Arimatéia confirma maus tratos a animais em Ouriçangas

Arimatéia confirma denúncia na cidade de Ouriçangas

Publicado em 23/07/2012 - 00:00

Maus tratos aos animais
Arimatéia confirma denúncia na cidade de Ouriçangas

Bahia – O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual José de Arimatéia (PRB), comprovou as denúncias de maus tratos aos animais no município de Ouriçangas. O parlamentar afirmou que também pedirá explicações ao Departamento de Infraestrutura de Transporte da Bahia (Derba).

 “Vou procurar o Derba para analisar o contrato firmado com a Servicom”, disse. A companhia venceu licitação do governo estadual para recolher e apreender animais achados nas rodovias”, disse.

O deputado foi à cidade após o vereador de Ouriçangas, Paulo Sérgio de Souza, protocolar denúncia junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra a empresa Servicom. Porém, durante sua visita ao local, Arimatéia percebeu que não é oferecida a mínima condição para a sobrevivência dos jericos e cavalos apreendidos. A fazenda está localizada às margens da rodovia BA-504.

“Vi a situação de perto e confirmei o que foi alertado. Presenciei um animal já morto e outros dois agonizando. Uma lástima”, contou. Segundo o deputado, é perceptível o descaso com que os equinos são tratados. “Não é oferecida uma quantidade mínima de água e alimentos para a sobrevivência dos animais”, informou. O deputado notou ainda que a empresa não utiliza nenhum meio para alertar as pessoas sobre a localização da fazenda onde os animais são depositados.

“É necessário uma placa ou outra forma de anúncio, onde as pessoas possam identificar o local. Sem isso, fica difícil o dono vir resgatar o seu jegue ou cavalo”, analisou.

Comunidade

Inúmeras pessoas fizeram questão de ir até o deputado para dar o seu testemunho sobre a situação. A dona de casa Valdite Pereira é moradora das proximidades da fazenda onde ficam os animais e disse que o odor é tão insuportável que muitas vezes as crianças passam mal. “O mau cheiro é tão forte que provoca vômito nas crianças”, denuncia. Valdite alerta para a proximidade da Escola Ezequiel Alves dos Santos do local onde estão os cadáveres dos cavalos. “As crianças são as mais prejudicadas”, declarou.

O morador Edson Nere dos Santos também deu o seu depoimento sobre a precária situação dos equinos apreendidos pela Servicom. “Os jegues morrem todos os dias e são enterrados por aqui mesmo. Nós temos que enfrentar, além do mau cheiro, os urubus e todas as pragas que essa situação acarreta”. Já Erenilson Jesus Santos, que mora em frente à fazenda, afirmou que sua família tem muita dificuldade para dormir devido ao cheiro ruim.

Para esclarecer os fatos, o deputado José de Arimatéia esteve com o proprietário da Servicom, Paulo Alves, e o questionou sobre os problemas encontrados no local. No entanto, o responsável pela empresa negou que estivesse destratando os animais e alegou que as dúvidas deveriam ser tiradas com o diretor geral do Derba, Saulo Filinto Pontes de Souza.

Fonte e fotos: Ascom José de Arimatéia

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro