Aprovado projeto de Jaime Alves que regulamenta food trucks em Barra Mansa

Para o republicano, a regulamentação permite a exploração da atividade de maneira legal pelos munícipes, podendo se tornar uma nova fonte de renda

Publicado em 26/12/2017 - 00:00

Aprovado projeto de Jaime Alves que regulamenta food trucks em Barra Mansa
Para o republicano, a regulamentação permite a exploração da atividade de maneira legal pelos munícipes, podendo se tornar uma nova fonte de renda

Barra Mansa (RJ) – A Câmara Municipal de Barra Mansa aprovou projeto de lei do vereador Jaime Alves (PRB) que regulamenta o comércio de food truck na cidade. O texto segue agora para sanção do Prefeito Rodrigo Drable.

Para o republicano, a regulamentação permite a exploração da atividade de maneira legal pelos munícipes, podendo se tornar uma nova fonte de renda. “Esse projeto é inspirado na lei municipal de São Paulo e visa permitir em nossa cidade a regularização de uma atividade comercial e empresarial que é tendência mundial. É também importante termos mais esta atividade para oferecer como entretenimento e lazer à nossa população”, destacou.

Pelo texto, as regras serão empregadas, também, para a execução de feiras livres.

Se sancionado, o texto prevê que a atividade precisa ser autorizada pela Prefeitura para empresas constituídas. Para isso, será necessário que as empresas de food truck cumpram certas obrigações, como possuir um espaço determinado para a preparação e comercialização dos alimentos, respeitando as normas sanitárias vigentes. O local onde o food truck pretende se instalar deve ser compatível com o tamanho do equipamento utilizado.

Sustentabilidade

O vereador destacou, ainda, que a empresa precisará também captar resíduos líquidos, gerados na produção do alimento, para fazer o descarte adequado. Os que fizerem o descarte na rede pluvial podem ter a autorização suspensa pela Prefeitura.

Além disso, a empresa ficará responsável pela área onde o food truck será instalado. Em caso de passeio público, é preciso que seja respeitada a faixa mínima de um metro e vinte centímetros para circulação de pedestres. Será cobrada uma taxa anual para a exploração da área e será calculada com base no espaço ocupado pelo equipamento.

O projeto ainda regulamenta a venda de bebidas alcoólicas, que só poderá ser realizada com autorização do poder público para eventos específicos.

Texto e foto: Ascom – vereador Jaime Alves

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro