Alysson Lima cobra providências do prefeito de Goiânia para obras paradas na capital

Alysson Lima cobra providências do prefeito de Goiânia para obras paradas na capital

Segundo o parlamentar, Goiânia conta, atualmente, com 40 obras paradas, das quais 13 são Centros Municipais de Educação Infantil

Publicado em 21/02/2018 - 00:00

Alysson Lima cobra providências do prefeito de Goiânia para obras paradas na capital
Segundo o parlamentar, Goiânia conta, atualmente, com 40 obras paradas, das quais 13 são Centros Municipais de Educação Infantil

Goiânia (GO) – Durante a prestação de contas da Prefeitura de Goiânia, na segunda-feira (19), pelo prefeito Iris Rezende, o vereador Alysson Lima (PRB) apontou ao gestor que a capital possui, atualmente, 40 obras paradas, das quais 13 são Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

Durante sua fala, Alysson considerou que a atual administração municipal vive “na contramão”, quando fala em aumentar impostos, enquanto administrações de outros estados têm como meta a redução de tributos.

“Como o senhor pretende cumprir a sua promessa de campanha de fazer a melhor de sua história? ”, perguntou. “Tudo tem o seu tempo”, respondeu Iris. “Com esse ritmo de trabalho, vamos colocar a prefeitura nos eixos e resolver os problemas que afligem a população”, completou o prefeito.

Alysson Lima também questionou o chefe do Executivo sobre o transporte coletivo da capital a qual o prefeito disse “estar debruçado sobre essa questão e disse que como está não deve continuar”.

O vereador do PRB tem encampado luta na busca por melhorias no transporte que compõe a Grande Goiânia. Ele defende novos contratos, com prestação de serviço mais eficientes, melhor estrutura e gerenciamento, além de mais ônibus e frota nova. 

Texto: Agência PRB Nacional
Foto: Cedida

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend