Aldinei Poteleki homenageia às mulheres negras em Criciúma

Aldinei Potelecki homenageia mulheres negras em Criciúma

Homenagem teve como objetivo fortalecer as organizações de mulheres negras do estado e construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas ao enfrentamento do racismo

Publicado em 03/08/2018 - 00:00

Aldinei Poteleki homenageia mulheres negras em Criciúma
Homenagem teve como objetivo fortalecer as organizações de mulheres negras do estado e construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas ao enfrentamento do racismo

Criciúma (SC) – O vereado Aldinei Potelecki (PRB) homenageou, na semana passada, cinco mulheres afro-latino-americanas e caribenhas durante sessão especial na Câmara Municipal de Criciúma.

A solenidade em alusão ao Dia da Dia da Mulher Afro-Latino Americana e Caribenha, comemorado no dia 25 de julho, homenageou Ângela Maria dos Santos Franco, Edalete Fidel Felipe, Ernesta José Machado, Marinalda Ricardo Sebastião e Raquel Damázio da Costa.

“As senhoras aqui homenageadas fazem parte da história de Criciúma, e essa sessão tem como objetivo mostrar à cidade a biografia de cada uma de vocês mulheres negras que contribuíram e que contribuem para o município. E, realmente, não precisamos apenas de um dia para reconhecer o valor da mulher negra na sociedade, porque o dia da mulher negra é todos os dias”, destacou Potelecki.

Raquel Damázio da Costa falou em nome das homenageadas e enfatizou a importância da data para a comunidade negra. “Este dia é uma data justa e importante e simboliza a existência, a união e o empoderamento da mulher negra, ser mulher e ser negra é uma luta constante e diária, além do mais, juntos somos mais fortes”, salientou emocionada.

O objetivo da comemoração, segundo Potelecki, foi ampliar e fortalecer as organizações de mulheres negras do estado, construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas para o enfrentamento ao racismo, sexismo, discriminação, preconceito e demais desigualdades raciais e sociais.

A professora Maria Estela Costa da Silva, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Criciúma, vice-presidente do Conselho Municipal da Promoção da Igualdade Racial (COMPIRC) e Presidente da ONG de Mulheres Negra participou do evento e defendeu mais espaço para as mulheres negras. “Quando pensamos em um dia especial para nós, mulher negra, ficamos tristes, porque isso quer dizer que a luta é maior do que nós imaginávamos. Não gostamos deste dia, porque se tivéssemos mais espaço, mais direito, mais lugar na sociedade, não teríamos um dia especial, porque quem tem dia especial é sinônimo de quem é esquecido”, alertou.

O secretário de Assistência Social e Habitação de Criciúma, Paulo César Bittencourt, também fez o uso da palavra. “Enquanto nós negros não tivermos representantes no legislativo criciumense, precisamos de parlamentares que tenham iniciativa como esta e tragam a negritude para o plenário”, disse.

Texto e foto: Ascom – vereador Aldinei Potelecki
Edição: Agência PRB Nacional

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend