Tarcísio de Freitas fecha participação no Fórum Econômico Mundial

Último dia teve encontro com Al Gore e representante da Microsoft

Publicado em 20/01/2023 - 11:14

Davos (SUI) – Após quatro dias de muitas reuniões e encontros o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), concluiu a participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça. Com a participação de mais de 2.500 líderes de todo o mundo, o evento é uma das principais agendas econômicas internacionais para debater temas relacionados à economia.

Tarcísio fez um balanço do período e classificou como positiva e satisfatória a participação do fórum.  “Estamos encerrando a nossa participação aqui em Davos e já é possível fazer um balanço. Foram 38 reuniões que nos mostraram que o mundo percebe a grandeza do Estado de São Paulo, que representa um terço do PIB brasileiro. Se fosse um país, seria a 21ª economia do mundo, um grande centro industrial, um grande centro de agronegócio, um grande centro de serviços. Vai ser possível estabelecer várias parcerias e parcerias na área de sustentabilidade, por exemplo, com o reúso de água. Parcerias no campo da tecnologia, para o ensino profissional, abrir a porta do mercado de trabalho para jovens mais carentes com emprego de qualidade. A gente volta pra São Paulo com boas ideias na bagagem e essas boas ideias vão virar ação, vão virar transformação”.

Agendas

Durante os 4 dias em que esteve em solo europeu, Tarcísio teve diversas reuniões bilaterais com colaboradores de diversos lugares do planeta, com o objetivo de atrair investimentos estrangeiros para SP e apresentar uma agenda moderna de desenvolvimento com base em modelos sustentáveis.

Entre os encontros com de representantes de governos, investidores e empresas privadas; destacam-se a enviada especial para ações climáticas da Alemanha, Jennifer Morgan; o vice-presidente da Amazon, Michael Punke, o vice-presidente do Banco Mundial, Axel Van Trostenburg; e com o VP da Microsoft, Rodrigo Kede, sobre o uso de novas tecnologias para na telemedicina e no ensino buscando melhorias para a vida do cidadão.

Tarcísio também se encontrou com o ambientalista, Prêmio Nobel da Paz e ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore. Ambos conversaram sobre as mudanças climáticas. Sobre o tema, o governador disse que está ciente da responsabilidade do governo acerca do tema e, por isso, está trabalhando para transformar São Paulo em referência de estado com as melhores práticas sustentáveis.

Tarcísio apresentou para Gore três medidas que estão na pauta do governo e que são relevantes para a agenda climática:
1) criação de green bonds (títulos verdes) para captação de recursos do mercado privado com o objetivo de investir em preservação ambiental;
2) absorção de expertise de organizações internacionais para que a atenção às mudanças climáticas seja transversal em todos os projetos do estado; e
3) estruturação de um órgão fiscalizador do cumprimento dessas ações transversais.

Ao final, Tarcísio convidou Al Gore para visitá-lo em São Paulo e apresentar mais detalhadamente os dados e projetos que o Estado pretende concretizar.

Esta foi a primeira missão internacional de Tarcísio de Freitas depois de assumir o Governo de São Paulo. O governador viajou acompanhado do secretário de Negócios Internacionais Lucas Ferraz, de Arthur Lima, secretário-chefe da Casa Civil, e de Lais Vita, secretária de Comunicação.

Texto: Agência Republicana de Comunicação, com informações do Governo Estado de São Paulo
Foto: ASCOM Governo Estado de São Paulo

Reportar Erro
Send this to a friend