João Roma reforça que beneficiários do auxílio emergencial não precisam ir às agências

O alerta feito pelo ministro da Cidadania visa evitar aglomerações e garantir o distanciamento social

Publicado em 08/04/2021 - 15:19

Brasília (DF) – O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), afirmou nesta quinta-feira (8) que os beneficiários do auxílio emergencial não precisam ir às agências ou casas lotéricas para resolver questões relacionadas ao pagamento. O alerta feito pelo ministro visa evitar aglomerações e garantir o distanciamento social.

“Queremos ressaltar que o cidadão não necessita ir às agências ou casas lotéricas. Ele pode resolver tudo pelo aplicativo (Caixa Tem) ou pelos canais de atendimento do Ministério da Cidadania e da Caixa Econômica Federal. Estamos mantendo o escalonamento justamente para evitar aglomerações, prezando pela saúde de todos”, afirmou o ministro da Cidadania, João Roma.

Pelo Caixa Tem, pontua Roma, é possível resolver todo o processamento do pagamento. “Não é necessário fazer atualização cadastral e o crédito é feito diretamente nas contas digitais, portanto, é muito importante que as pessoas não se desloquem até as agências. Essa é uma medida de segurança fundamental tanto para a população beneficiária como para quem está trabalhando para garantir o pagamento do auxílio”, disse.

O auxílio emergencial começou a ser pago na última terça-feira (6), e deve beneficiar mais de 45 milhões de pessoas. Serão quatro parcelas, com investimento superior a R$ 44 bilhões do governo federal.

Texto: Ascom – ministro João Roma
Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

Reportar Erro
Send this to a friend