Crescimento do Republicanos nas urnas marca novembro de 2020

Republicanos elegeu 211 prefeitos, 215 vice-prefeitos e 2.604 vereadores nas Eleições 2020

Publicado em 15/01/2021 - 10:00

Brasília (DF) – O mês de novembro de 2020 foi marcado pela realização das eleições municipais que ocorreram nos dias 15 e 29, primeiro e segundo turnos respectivamente. Entre as principais notícias, o crescimento expressivo do Republicanos nas urnas em todo o país, o convênio da Faculdade Republicana com o Centro Universitário Dom Pedro II e a atuação da bancada republicana para investigar o apagão no Amapá.

Eleições 2020 – 1º turno

No dia 15 de novembro, foi realizado o primeiro turno das eleições em todo o país, com exceção do município de Macapá, no Amapá, em virtude de uma crise energética que atingiu a região. Na ocasião, o Republicanos elegeu 211 prefeitos, 215 vice-prefeitos e 2.604 vereadores. O resultado das eleições municipais comprovou a força do Republicanos nas urnas em todo o país. A sigla contabilizou o apoio de 5.105.457 eleitores (votação para prefeitos) e ampliou sua presença nas câmaras municipais e prefeituras. Os resultados para prefeitos consagraram a sigla como a 10º maior bancada de representantes pelo país nas esferas municipais.

A sigla elegeu 53 vereadores em 24 capitais, com campeões de votos em seis: Ronaldo Martins (Fortaleza-CE),  Luís Carlos (Salvador-BA), João Carlos (Manaus-AM), Isaias Ribeiro (Goiânia-GO), Ítalo Otávio (Boa Vista-RR) e Vanderlei Silva (Porto Velho-RO). O resultado também colocou a sigla no ranking dos partidos que mais elegeram vereadores nas capitais. 

As mulheres republicanas também foram reconhecidas nas urnas. O partido elegeu 30 republicanas prefeitas das 103 candidatas ao executivo municipal. O número representa um crescimento de 172% em comparação ao pleito municipal anterior, quando foram eleitas 11 republicanas. Juntas, as republicanas contabilizaram mais de 252 mil votos nas urnas. O Republicanos ampliou ainda a presença de mulheres nas câmaras municipais com a eleição de 373 vereadoras. Confira a matéria completa AQUI.

Eleições 2020 – 2º turno

Das cinco cidades em que o Republicanos disputou o segundo turno nas eleições municipais, que ocorreu no dia 29 de novembro, o partido elegeu três prefeitos: Delegado Pazolini (Vitória-ES), Dário Saadi (Campinas-SP) e Rodrigo Manga (Sorocaba-SP). Além dos prefeitos, a sigla elegeu quatro vice-prefeitos: Rogério Cruz (Goiânia-GO), Capitã Estéfane (Vitória-ES), Professor Jesus (Guarulhos-SP) e Deuzinho Filho (Caucaia-CE).

Convênio entre a Faculdade Republicana e o Centro Universitário Dom Pedro II

O presidente da Mantenedora da Faculdade Republicana, Renato Junqueira, assinou, no dia 9 de novembro, um convênio com o Centro Universitário Dom Pedro II (UnidomPedro), no bairro do Comércio, localizado na capital baiana. A iniciativa institui uma cooperação mútua entre as entidades e objetiva favorecer a educação de forma significativa. A Faculdade Republicana é a primeira Instituição de Ensino Superior (IES), certificada pelo Ministério da Educação (MEC) e mantida por uma fundação partidária.

“Trata-se de um projeto piloto, construído agora na Bahia, mas que chegará, em breve, em todo o Brasil. Temos certeza que todos os envolvidos no projeto irão sair ganhando, pois estaremos qualificando o maior número de pessoas”, ressaltou Junqueira, enfatizando que já existem dois projetos internacionais em andamento, um na Espanha e outro em Portugal.

CPI para investigar apagão no Amapá

O líder do Republicanos na Câmara, deputado federal Jhonatan de Jesus (RR), e a deputada federal Aline Gurgel (Republicanos-AP) iniciaram, em novembro, o recolhimento de assinaturas para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão, com o objetivo de investigar as causas da crise energética que atingiu o Amapá e deixou a população do estado sem luz por mais de 20 dias.

“Os responsáveis por tudo que passamos têm que ser punidos. Foram dias de muito sufoco para todos os atingidos pelo o apagão e, por isso, temos que encontrar os verdadeiros culpados”, cobrou a republicana Aline Gurgel. Segundo ela, o fornecimento de energia foi interrompido no dia 3 de novembro em 13 dos 16 municípios do Amapá, após um incêndio atingir a subestação da Zona Norte de Macapá. “A situação só foi normalizada 22 dias depois do apagão”, completou.

Jhonatan de Jesus explicou que a CPI deve investigar ainda as falhas nos sistemas de energia em toda a região Norte. “Não só o Amapá tem sofrido com os apagões. Roraima, por exemplo, é o único estado brasileiro que não está ligado ao sistema nacional de abastecimento de energia elétrica e depende do fornecimento da Estação de Guri, na Venezuela. O país, que vive uma grande crise, entrega menos energia do que precisamos e isso vem causando uma instabilidade no sistema e constantes faltas de luz”, disse.

Desafios para os novos prefeitos e vereadores eleitos

A Agência Republicana de Comunicação (ARCO) preparou uma matéria exclusiva sobre os desafios que os novos prefeitos e vereadores eleitos vão ter de enfrentar em 2021, a exemplo da queda de arrecadação de impostos depois da pandemia de Covid-19, a demanda reprimida no serviço de saúde por causa do isolamento social, o crescimento da população em situação de rua, entre tantos outros. Confira a íntegra da matéria AQUI.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Reportar Erro
Send this to a friend