Cresce o número de candidatos republicanos negros e pardos nestas eleições

Foi registrado um aumento de 83% se comparado com o pleito de 2018

Publicado em 07/09/2022 - 09:00

Brasília (DF) –  O número de candidatos republicanos negros e pardos em cargos eletivos já vinha tendo um crescimento nas últimas eleições, mas não havia ainda superado o de brancos. Em 2018, por exemplo, o Republicanos registrou 400 candidaturas de negros ou pardos. Nestas eleições, o número cresceu para 732 registros. Um aumento de 83%. Se autodeclararam brancos nestas eleições 712 candidatos, em 2018 foram 448.

O marco também se estende para todo país. Pela primeira vez na história das eleições gerais, os candidatos que se autodeclaram pretos ou pardos são quase 50% e brancos menos de 49%. Mais de 28 mil brasileiros se inscreveram na Justiça Eleitoral para disputar algum cargo no pleito em outubro.

Deficientes

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 490 pessoas com deficiência vão concorrer a um cargo público nestas eleições. A maioria (53,67%) possui alguma deficiência física. Em seguida, vêm os candidatos com deficiência visual (23,47%) e auditiva (11,84%), outras deficiências (8,37%) e autismo (2,65%).

Esta é a primeira eleição em nível federal a contar com esse tipo de informação. Disputam o pleito pelo Republicanos 15 candidatos com algum tipo de deficiência.

*Dados divulgados pelo DivulgaCand do TSE – 09/09/2022

Texto e arte: Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Reportar Erro
Send this to a friend