Covid-19: país inicia segunda fase de distribuição de vacinas aos estados

Segundo informações das prefeituras e governos estaduais, o Brasil já imunizado pelo menos 701 mil pessoas contra Covid-19

Publicado em 25/01/2021 - 15:16

Brasília (DF) – Na luta contra o novo coronavírus (Covi-19), o Ministério da Saúde iniciou, no fim de semana, a distribuição das 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, produzidas pelo laboratório indiano Serum, que chegaram da Índia, na sexta-feira (22). As doses começaram a ser entregues aos estados e Distrito Federal no sábado (23).

As doses têm uso emergencial autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Assim como as 487 mil doses da vacina Coronavac recebidas na semana passada, as vacinas AstraZeneca/Oxford serão destinadas ao público prioritário, segundo orientação do Ministério da Saúde.

O Plano Nacional de Imunização (PNI) definiu os seguintes grupos para receber o primeiro lote de vacina:

– Trabalhadores de saúde (profissionais da linha de frente que trabalham em hospitais, clínicas e ambulatórios; profissionais de serviços sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares; trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças e pessoal da limpeza; cuidadores de idosos; doulas/parteiras; e trabalhadores do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados);

– Pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas), como asilos;

– Maiores de 18 anos com deficiência e que moram em Residências Inclusivas (institucionalizadas); e

– População indígena vivendo em terras indígenas.

Confira AQUI a quantidade de doses destinadas a cada estado

De acordo com o Ministério da Saúde, foram encomendados 100 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford para serem distribuídas ainda no primeiro semestre deste ano.

Como está a vacinação pelo país

Até as 14h deste domingo (24), com base em informações das prefeituras e governos estaduais, o Brasil já havia imunizado pelo menos 701 mil pessoas contra a Covid-19. O estado da Bahia lidera a lista, com mais de 171 mil vacinados. Em seguida, aparece São Paulo, com mais de 128 mil, e o Rio de Janeiro, onde pouco mais de 89 mil pessoas já receberam a primeira dose da vacina.

Os dados são do Boletim informativo sobre a situação da Covid-19 (Bússola Covi-19), elaborado pelo Instituo FSB Pesquisa.

Mais vacinas

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou, no sábado (22), que a instituição negocia com a AstraZeneca a possibilidade de receber 15 milhões de doses prontas de vacinas para garantir a imunização até que chegue ao Brasil o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) que vai permitir a produção de vacinas em BioManguinhos, da Fiocruz.

Saiba como acompanhar a vacinação

Pelo aplicativo Conecte SUS, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos (iOS e Android) o usuário poderá consultar o tipo de vacina aplicada, o lote de fabricação e a data em que a dose foi tomada. A partir daí, o cidadão e o profissional de saúde também saberão o dia exato de aplicação de uma possível segunda dose. Esse mapeamento também vai evitar que uma pessoa tome doses de laboratórios diferentes.

Depois de baixar, basta informar o número do Cartão Nacional de Saúde – também chamado de Cartão SUS – ou do CPF. Se você já tiver cadastro nos sites do governo federal, com o CPF, provavelmente poderá usar a mesma senha. Se não tiver, é só preencher o formulário.

Por Agência Republicana de Comunicação, com informações do Instituo FSB e Ministério da Saúde
Foto: Gustavo Mansur – Palácio Piratini

 

Reportar Erro
Send this to a friend