Conduta adequada no serviço público é tema de palestra da FRB

Funcionários da Administração Regional de Samambaia assistiram às explanações sobre ética na rotina de atividades

Publicado em 11/11/2016 - 00:00

Samambaia (DF) – Para debater a importância do comportamento ético na rotina profissional, os servidores da Administração Regional da cidade-satélite de Samambaia receberam o palestrante Paulo Fernando Vasconcelos na tarde desta quarta-feira, 9. A palestra “Ética e conduta no serviço público”, da Fundação Republicana Brasileira (FRB), faz parte do projeto “O melhor de você no atendimento ao cidadão”, que já realizou instrução motivacional.

Paulo Fernando destacou a importância de ações que tenham como foco a coletividade. “As escolhas e os valores são pessoais. As consequências, coletivas. O seu melhor resultado é ter um serviço público de qualidade em todas as esferas, em todos os espaços. Se você tem um comportamento ético, você pode exigir dos outros. Basta refletir: Você quer o país como está? É necessário ter compromisso com os outros, com a nossa cidade, com o nosso estado, com o nosso país. O que queremos dos governantes deve ser proporcional às nossas atitudes em relação ao Brasil”, disse.

“Esta é mais uma rica oportunidade de proporcionar um ambiente de conhecimento e princípios éticos aos servidores aqui de Samambaia. Principalmente, para que possamos fazer um bom trabalho. É importante destacar: além de atuar de maneira correta, temos a preocupação de não deixar problemas para o futuro, para as próximas gestões. Agradeço imensamente à presidente Telma e sua equipe”, declarou o administrador da cidade, Paulo Silva.

frb-conduta-adequada-no-servico-publico-e-tema-de-palestra-foto-carlos-gonzaga-11-11-2016
Palestrante Paulo Fernando e o administrador Paulo Silva

Por ocasião de compromissos externos, Telma Franco, idealizadora do ciclo de palestras, não presenciou essa edição. No entanto, a líder da FRB reforçou: “O funcionário público que serve aos outros de verdade entende que os valores éticos sobrepõem qualquer interesse pessoal, realiza suas atividades com dedicação aos detalhes, pois muitas pessoas dependem das decisões que são tomadas por ele. Além disso, ao lidar com bens públicos é necessário agir com transparência. Para reforçar esses valores é que realizamos o projeto nas administrações”.

Segundo a chefe de protocolo e arquivo Beth Brígido, o setor no qual trabalha é muito técnico e delicado, portanto, todos os processos devem ser respeitados com atenção e ética. “Achei muito positiva a palestra, principalmente na nossa área. Vivenciamos o tema e o conteúdo abordado no dia a dia. Inclusive, na minha seção, que lida diretamente com o público, vejo situações que exigem muita ética, tanto por parte dos servidores, quanto por parte da sociedade. Sempre tem alguém que tenta resolver questões com o velho jeitinho brasileiro”, esclareceu.

Texto: Suellen Siqueira /  Ascom – FRB
Fotos: Carlos Gonzaga / Ascom – FRB

 

 

Reportar Erro