Cálculo da aposentadoria: saiba quanto tempo falta para a sua

Pelo aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão é possível fazer a simulação da aposentadoria com regras de transição

Publicado em 18/09/2020 - 09:00

Brasília (DF) – Com as novas regras de aposentadoria em vigor, há nove meses, é importante que os trabalhadores façam algumas contas antes de saberem quando terão direito ao benefício.

Visando amenizar o impacto da criação da idade mínima para o acesso à aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o Congresso Nacional aprovou cinco regras de transição que, ano após ano, aumentam as exigências para quem pede o benefício (idade, tempo de contribuição ou a combinação de ambos).

As novas regras preveem uma série de mudanças. Entre elas, a idade mínima passa a ser de 62 anos para mulheres e 65 para homens. Um homem de 30 anos hoje, por exemplo, só se aposentaria em 2053. Uma mulher da mesma idade, em 2050.

A transição demora alguns anos, então podem entrar nela mulheres a partir dos 50 anos e homens a partir dos 57. Se a transição for por pontos (soma de idade com tempo de contribuição), pode ser mais vantajoso ainda.

O INSS aprimorou o seu serviço de simulação de aposentadoria pela internet. A consulta, simples e gratuita, está disponível pelo aplicativo Meu INSS ou no site.

Também conhecida como ‘Calculadora do INSS’, a ferramenta realiza uma busca automática de todas as informações e dados de vínculos do segurado registrados nos sistemas do INSS para calcular o tempo de contribuição, ou seja, quanto tempo falta para o segurado se aposentar.

A simulação requer que o segurado cadastre uma senha, o que irá exigir informações básicas, como número do CPF e nome completo.

Após acessar o sistema com o registro da senha, basta clicar em “simular aposentadoria”, que aparece entre os serviços em destaque já na página inicial do site ou aplicativo.

Além de mostrar o tempo total de contribuições registradas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis), o simulador detalha quanto falta para a aposentadoria em cada uma das regras de transição.

O simulador não deve ser considerado como um contador oficial do tempo de contribuição. O cálculo real será aplicado após o pedido de aposentadoria, ocasião na qual o beneficiário deve apresentar cópias dos vínculos e contribuições que não constarem no Cnis.

Simulação de cálculo da aposentadoria

– Na tela que contém os detalhes das contribuições, é possível adicionar novos vínculos e calcular quanto falta para a aposentadoria;
– O sistema mostrará uma tabela com sete linhas: duas para as antigas aposentadorias por idade e por tempo de contribuição e cinco para as regras de transição da reforma;
– É possível verificar quantos anos e meses faltam para atingir a idade mínima e/ou o tempo de contribuição para se aposentar em cada regra;
– O simulador também informará se o direito ao benefício já foi alcançado em alguma das regras;-
– Transições da antiga aposentadoria por tempo de contribuição;

O trabalhador poderá se encaixar em uma das quatro transições para se aposentar antes da idade mínima.

Em todas elas será preciso completar, no mínimo, 30 anos de contribuição (para as mulheres) e 35 anos de contribuição (para os homens).

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO, com informações do INSS
Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Reportar Erro