Situação do viveiro municipal de Porto Alegre preocupa vereador José Freitas

Vice-presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente, republicano quer que o Executivo tenha uma visão mais estratégica sobre o espaço

Publicado em 12/04/2019 - 00:00

Porto Alegre (RS) – Vice-presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam), vereador José Freitas (PRB) defendeu que o Executivo tenha uma visão mais estratégica sobre o Viveiro Municipal, originalmente criado para abrigar sementes, mudas e folhagens, e que hoje passa por problemas de manutenção.

“A prefeitura deve ter prioridade com essa questão. Em relação ao déficit no quadro funcional, deve haver o deslocamento de servidores de outros setores. O viveiro é o pulmão da cidade e se continuar da forma como está, o que teremos para plantar ou replantar daqui uns anos? Cuidar do viveiro é uma questão de urgência”, defendeu o republicano.

Localizado no Parque Sain’Hilaire, entre o bairro Lomba do Pinheiro e a cidade de Viamão, o viveiro já chegou a abrigar 217 espécies de árvores nativas e 164 de arbustos, inclusive de exemplares raros e de difícil germinação. Hoje, no local há falta de energia elétrica e água, o que dificulta a manutenção da coleção.

De acordo com Joaquim Cardinal, funcionário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam), o Executivo possui um projeto de reativação do viveiro, com a realocação de técnicos, recuperação da subestação de energia, reforma das estufas, dentre outras melhorias.

“Enquanto integrantes da Cosmam, temos o dever de fiscalizar o andamento deste projeto”, argumentou José Freitas.

Texto e fotos: Graziele Corrêa / Ascom – vereador José Freitas

Reportar Erro