Projeto proíbe o uso de canudos plásticos em Maracanaú (CE)

Projeto proíbe o uso de canudos plásticos em Maracanaú (CE)

De autoria do vereador Jeorgenes Castro (PRB), proposta sugere que estabelecimentos como hotéis, bares e restaurantes disponibilizem canudos biodegradáveis

Publicado em 16/07/2019 - 00:00

Maracanaú (CE) – Tramita na Câmara Municipal de Maracanaú projeto de lei do vereador Jeorgenes Castro (PRB) que proíbe o fornecimento de canudos plásticos aos clientes de hotéis, restaurantes, bares, padarias, quiosques e no comércio ambulante.

Segundo o republicano, o objetivo da proposta é atender aos anseios da população e do meio ambiente, promovendo uma redução drástica no consumo de canudos de plástico. Além disso, pretende estimular a criação de alternativas biodegradáveis como as diversas que já despontam nos mercados nacional e internacional.

“Feito geralmente de poliestireno ou polipropileno, o canudinho pode ser reciclado, mas como é muito pequeno e leve, assim como tampas de garrafa, por exemplo, frequentemente é jogado no lixo. Sua vida útil é estimada em quatro minutos. Isso mesmo, quatro minutos. E ele leva aproximadamente 400 anos para se decompor na natureza”, explica Jeorgenes Castro na proposta.

Se o projeto for aprovado e virar lei, a regulamentação das penalidades pelo descumprimento da obrigatoriedade, bem como o incentivo aos estabelecimentos comerciais a aderirem às novas normas caberá à Prefeitura.

Texto: Agência PRB Nacional
Foto: Cedida

Reportar Erro