Projeto de Rogério Santos estimula homens no combate à violência contra a mulher

Projeto de Rogério Santos estimula homens no combate à violência contra a mulher

Iniciativa propõe o “Mês de mobilização de todos pelo fim da violência contra a mulher” na capital tocantinense

Publicado em 13/03/2019 - 00:00

Palmas (TO) – “Os homens precisam defender as mulheres. Esta iniciativa é, para nós, do universo masculino, a forma de respeitar e, sobretudo, proteger as nossas irmãs, amigas, vizinhas ou simplesmente mulheres vítimas de algum tipo de violência”. Com esta justificativa o vereador Rogério Santos (PRB) apresentou projeto de lei na Câmara Municipal de Palmas sugerindo o “Mês de mobilização de todos pelo fim da violência contra a mulher”. Pela proposta, as mobilizações devem ocorrer anualmente no mês de dezembro.

“Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa a 5ª posição no número de casos de feminicídio no mundo. Esse dado é alarmante. É triste. Espero que esse projeto seja aprovado pela Câmara de Palmas”, disse Rogério Santos.

A proposta do parlamentar tem como embasamento a “Campanha do Laço Branco”, em que os homens devem lutar pelo fim da violência contra as mulheres. A campanha foi criada no Brasil pela Lei federal nº 11.489 em 2007 e institui o 6 de dezembro como o “Dia nacional de mobilização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres”, para lembrar de um crime que chocou o mundo em 1989, em Montreal, no Canadá, onde um homem invadiu uma escola e assassinou 14 mulheres. O criminoso, Marc Lepine, de 25 anos, suicidou-se, mas antes deixou uma carta justificando o ato: não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, um curso tradicionalmente masculino.

Depois disso, um grupo de homens canadenses organizou um ato para repudiar crime contra a mulher e elegeu um “laço branco” como símbolo para adotar um lema: jamais cometer violência contra as mulheres e não fechar os olhos a qualquer tipo de abuso.

Texto: Marisol Almofrey / Ascom – vereador Rogério Santos
Foto: Aline Batista
Edição: Agência PRB Nacional

Reportar Erro