‘Marias na Construção’ certifica mulheres na construção civil em Salvador

‘Marias na Construção’ certifica mulheres na construção civil em Salvador

O programa municipal realizou a entrega dos certificados das turmas piloto, na cerimônia que aconteceu na segunda-feira (9), no auditório da FIEB

Publicado em 16/12/2019 - 00:00

Salvador (BA) – “A partir de hoje vocês começam a trilhar um novo caminho para suas vidas, capacitadas e preparadas para enfrentar novos desafios e abraçar oportunidades que trarão uma completa transformação de realidade”. Com essas palavras a secretária municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Rogéria Santos (Republicanos), iniciou o seu discurso na cerimônia de certificação das turmas piloto do programa ‘Marias na Construção’, que aconteceu nesta segunda-feira, dia 9 de dezembro, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), em Salvador.

A iniciativa, que foi lançada em julho deste ano, capacitou inicialmente cerca de 120 mulheres soteropolitanas, com a profissão de pedreira polivalente, em três bairros da capital baiana, Pernambués, Valéria e Cajazeiras X. O Marias na Construção é uma política pública do município, que desenvolve ações de aperfeiçoamento, qualificação e colocação profissional, por meio de cursos livres e gratuitos voltados, exclusivamente, para o público feminino, na área da construção civil.

Com a presença do vice-prefeito da cidade, Bruno Reis, a primeiro mestre de obras da Bahia, Maria do Amparo Xavier e diversas autoridades e empresários do ramo da construção civil, o evento contou com homenagens e entrega dos certificados emitidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Expansão

O Marias na Construção conta com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Bahia), que ofertando a qualificação profissional. Além da parceria com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), trazendo informações técnicas acerca de construções seguras no município, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Bahia), oferecendo conhecimento sobre empreendedorismo, acesso à crédito e mais, assim como a Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).

Tornando-se um programa efetivo do município, após sanção de decreto municipal, a iniciativa irá alcançar cerca de mil mulheres no próximo ano, com turmas itinerantes em diversas comunidades soteropolitanas.

“Nosso maior objetivo é promover a autonomia financeiras dessas mulheres, mostrando que elas podem atuar em todas áreas profissionais, aperfeiçoando o trabalho com todas as características que são naturais do sexo feminino”, pontua Rogéria Santos.

Texto e fotos: Ascom – secretária Rogéria Santos
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro