Luiz Carlos repudia atos de vandalismo contra igrejas em Salvador

Republicano protocolou na Câmara Municipal de Salvador, Moção de Repúdio contra as ações de vandalismo dos membros da “Marcha Incomode”

Publicado em 26/06/2019 - 00:00

Salvador (BA) – O vereador Luiz Carlos de Souza (PRB) protocolou, na Câmara Municipal de Salvador, na tarde de terça-feira (25), uma Moção de Repúdio contra as ações de vandalismo dos membros da “Marcha Incomode”.

No último dia 18, o grupo pichou as paredes e muros de dois templos da Igreja Universal do Reino de Deus, no bairro do Lobato, em Salvador, com frases como “Fogo nos racistas e fascistas”, “legalizar para não encarcerar” (em apoio à descriminalização das drogas), além de ofensas com palavras de baixo calão. Membros da denominação também foram insultados, ameaçados e impedidos de acessar os templos, em uma clara manifestação de intolerância religiosa.

Para o republicano, apesar de a Constituição Federal garantir o respeito à liberdade religiosa, agressões a pessoas ou locais de culto continuam ocorrendo em todo o país, inclusive contra os evangélicos. “Discriminação religiosa é crime. Nós, cristãos, não podemos nos calar diante deste cenário. É preciso denunciar para que os ataques acabem e possamos exercer livremente a nossa fé”, afirmou o vereador.

Texto e foto: Ascom – vereador Luiz Carlos

Reportar Erro