Luiz Carlos promove reunião sobre prêmio “Capoeira Viva nas Escolas”

Objetivo do encontro foi explicar o edital para para mestres, contramestres e professores de capoeira

Publicado em 05/09/2019 - 00:00

Salvador (BA) – Com a mediação do vereador Luiz Carlos de Souza (Republicanos), o auditório do Edifício Bahia Center, anexo da Câmara Municipal de Salvador, sediou uma reunião para explicar os detalhes do edital do prêmio “Capoeira Viva nas Escolas”, para mestres, contramestres e professores de capoeira. O evento aconteceu na noite de quarta-feira (4).

Durante o encontro, o parlamentar resumiu o conteúdo do certame, enquanto Viviane Ramos e Edwin Neves, representantes da Fundação Gregório de Mattos (FGM) e Noliene Oliveira, da Secretaria Municipal de Educação (Smed), tiraram dúvidas dos capoeiristas que vão se inscrever na premiação.

O prêmio, lançado pela FGM em parceria com a Smed, tem como objetivo promover a salvaguarda e o incentivo à prática artística-esportiva-cultural no contraturno escolar das escolas municipais de de Salvador. A medida atende a Lei 9.072/2016, de autoria do vereador Luiz Carlos, que reconhece a capoeira como expressão cultural e esportiva, de caráter educacional e formativo.

Para o vereador, que também é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Capoeira, o lançamento do edital representa uma grande conquista. “Não é uma vitória de Luiz Carlos ou da Frente. É uma vitória da capoeira e de toda a sociedade”, afirmou Luiz Carlos.

Capoeirista há mais de 30 anos, inclusive com passagens pelo exterior, o mestre Alex Apresentação comemorou a iniciativa e disse o Brasil está despertando para necessidade de valorizar a capoeira como ferramenta educacional.

Já Edwin Neves, aconselhou os capoeiristas a não deixar as inscrições para última hora. Ele também recomendou que todos fiquem atentos para não esquecer de anexar os documentos no site, no momento da inscrição. “É muito comum a gente vê candidato sendo desclassificado porque esqueceu de anexar apenas uma certidão, por exemplo”, exemplificou.

Inscrições

O edital receberá propostas até o próximo dia 11 de outubro, por meio do site www.capoeiravivanasescolas.salvador.ba.gov.br. Serão selecionadas dez propostas, uma por Gerência Regional de Educação (GRE) em cada território de Salvador, através de um financiamento no valor de R$ 40 mil por projeto. No total, serão 2.400 alunos beneficiados com o projeto.

As propostas devem ser executadas entre os meses de fevereiro e julho do ano que vem, por mestres, contramestres, professores ou instrutores de Capoeira. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail capoeiravivanasescolas@salvador.ba.gov.br.

Texto e foto: Ascom – vereador Luiz Carlos

Reportar Erro