Luiz Carlos participa de lançamento do programa-piloto Marias na Construção

O evento aconteceu no Campo da Pronaica, em Cajazeiras X e contou com a presença da secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto (PRB)

Publicado em 16/07/2019 - 00:00

Salvador (BA) – O vereador Luiz Carlos de Souza (PRB) participou, na segunda-feira (15), do lançamento do programa-piloto Marias na Construção, da Prefeitura de Salvador. O evento aconteceu no Campo da Pronaica, em Cajazeiras X. A iniciativa tem como objetivo inserir cada vez mais mulheres na área da construção civil, campo que ainda é dominado pelos homens.

A cerimônia de lançamento contou com a presença do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, além das secretárias nacional e municipal de Políticas para Mulheres, Cristiane Brito (PRB) e Rogéria Santos (PRB), respectivamente. Os vereadores Arnoldo Simões (PRB Simões Filho) e Isnard Araújo (PHS), além dos deputados estaduais José de Arimateia (PRB-BA) e Jurailton Santos (PRB-BA) também participaram da solenidade.

De acordo com a prefeitura, a iniciativa é uma política pública que irá desenvolver ações de aperfeiçoamento, qualificação e colocação profissional, por meio de cursos livres e gratuitos voltados, exclusivamente, para o público feminino, na área da construção civil. Mesmo antes do início das inscrições, uma fila já estava formada em frente à unidade móvel presente no local, onde serão realizadas as áreas teóricas.

“Esse curso é a chance de muitas mulheres aprenderem uma profissão, voltarem ao mercado de trabalho e conquistarem a tão sonhada independência financeira”, afirmou o vereador Luiz Carlos.

Saiba mais

O “Marias na Construção” faz parte do eixo capacitação e empregabilidade da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e conta com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Bahia), que ofertará a qualificação profissional.

Inicialmente será ofertado o curso de formação de pedreira polivalente, de forma itinerante, por meio de uma unidade móvel do Senai em três comunidades soteropolitanas: Pernambués, Cajazeiras X e Subúrbio. A escolha foi feita com base em estatísticas que alegam o maior número de mulheres e incidências de desabamentos devido à construção irregular na região.

Inscrições e aulas

O curso de formação de pedreira polivalente terá carga horária de 160 horas. As aulas no bairro de Cajazeiras X estão previstas para iniciar ainda no mês de julho e seguem até setembro, organizadas em aulas teóricas e práticas.

Texto e foto: Ascom – vereador Luiz Carlos

Reportar Erro