Joselito Nunes promove debate sobre automutilação

Joselito Nunes promove debate sobre automutilação

Iniciativa promovida pelo vereador do Republicanos debateu ações para combater a automutilação, depressão e suicídio com especialistas em Jaboatão dos Guararapes

Publicado em 01/10/2019 - 00:00

Jaboatão dos Guararapes (PE) – Para debater sobre a automutilação entre adolescentes e jovens, o vereador Joselito Nunes (Republicanos) realizou, no dia 30 de setembro, audiência pública com autoridades policias e especialistas para debater o assunto na Câmara Municipal de Jaboatão dos Guararapes.

“Estamos fazendo a nossa parte e convidamos a sociedade civil a nos unirmos para ajudarmos essas pessoas que, infelizmente, têm se flagelado. É importante sabermos que esse não é problema dela ou dele, mas é nosso”, ressaltou Joselito Nunes.

A delegada da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Vilaneida Aguiar, destacou a importância do debate e salientou sobre a responsabilidade da família na atenção aos jovens e adolescentes.

“Temos policiais treinados para receber estes jovens que sofrem ou já sofreram alguma violência e se mutilam. Lá, eles se sentem à vontade para desabafar e falar os motivos pelos quais os levaram a fazer essas marcas em seu corpo”, pontuou.

O psicólogo Paulo de Tarso falou sobre o acompanhamento psicológico e como as atividades físicas podem contribuir para ajudar os jovens que se mutilam. “Nem toda automutilação está ligada à depressão, mas ela é um fator de risco sério, pois é um indicativo de que tem algo que precisa ser melhor investigado”, destacou o especialista.

O secretário da Família e Política sobre Drogas, Rodrigo Botelho enfatizou o trabalho da Prefeitura de Jaboatão para ajudar os jovens e adolescentes. “Temos em nosso município o programa Família Forte), que busca fortalecer os vínculos familiares, pois entendemos que por meio desse fortalecimento a prevenção ocorre com mais sucesso. Também temos o programa Integra, que tem o objetivo de intervir uma situação em que a pessoa esteja em dependência de alguma substância ou até de vulnerabilidade”, enfatizou.

O líder Adriano Lopes e o grupo “Help” também participaram da audiência e contaram sobre o trabalho de combate a automutilação. “Eu trabalho com Jovens há mais de 22 anos, e de um tempo para cá, temos observado um destaque maior nesse assunto da automutilação, mas é um problema que acontece há muitos anos.  Temos conseguido ajudar muitos jovens com a inclusão deles em atividade esportivas e outras que desenvolvemos”, relatou Adriano.

Texto e Foto: Edson Sannt’anna/ Ascom – vereador Joselito Nunes
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro