Ireuda Silva repudia racismo na UFRB e pede punição exemplar

Ireuda Silva repudia racismo na UFRB e pede punição exemplar

Vereadora repudiou a atitude racista do estudante que se recusou a receber uma avaliação das mãos de uma professora negra

Publicado em 12/12/2019 - 00:00

Salvador (BA) – Vice-presidente da Comissão de Reparação da Câmara de Salvador, a vereadora Ireuda Silva (Republicanos) repudiou a atitude racista do estudante da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (Ufba), Danilo Araújo de Góis, que se recusou a receber uma avaliação das mãos de uma professora negra. Para a republicana, o episódio, cujo vídeo circula nas redes sociais, é vergonhoso e revoltante.

“É no mínimo contraditório que um estudante, alguém que deveria primar pela educação e conhecimento, seja capaz de agir com tamanha ignorância e desrespeito. Ele precisa repensar com urgência os próprios objetivos de vida, e talvez chegue à conclusão de que está no lugar errado. O que o faz pensar que é de alguma forma superior àquela professora, que, além de negra, é também mulher? Fica visível que, além de um caso de racismo, estamos diante de um ato de machismo”, diz Ireuda.

A republicana cobrou ainda que a universidade investigue o ocorrido e aplique uma punição severa e exemplar. “O racismo, que pode se manifestar em qualquer lugar, a qualquer momento, deve ser perseguido e extirpado como a praga que é. É contraditório e inaceitável que algo do tipo aconteça no meio de uma aula na universidade mais negra do país, onde a desigualdade educacional e de renda entre brancos e negros ainda é gritante. Como sempre digo, nenhum passo atrás”, acrescenta a vereadora.

Texto e foto: Ascom – vereadora Ireuda Silva
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

 

Reportar Erro