Ireuda Silva defende mais candidaturas negras nas Eleições 2020

Republicana defende que os partidos reservem cotas de financiamento para candidaturas negras, semelhantes aos 30% de candidaturas femininas

Publicado em 17/09/2019 - 00:00

Salvador (BA) – A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e vice-presidente do colegiado da Reparação na Câmara de Salvador, vereadora Ireuda Silva (Republicanos), acredita que é de suma importância que haja um maior número de candidaturas negras nas eleições de 2020.

Para a republicana, é contraditório que a capital baiana, cidade mais negra fora do continente africano, tenha tão poucos representantes negros no Legislativo e no Executivo. “O pouco número de candidaturas e, consequentemente, de representantes negros no Executivo e no Legislativo não são obra do acaso, mas resultado de um processo de exclusão histórica. Assim como sempre estiveram à margem do sistema de educacional, do mercado de trabalho formal, da economia e até de direitos básicos, a parcela negra da sociedade também ficaram de fora do sistema representativo”, avalia Ireuda.

A republicana defende que os partidos reservem cotas de financiamento para candidaturas negras, semelhantes aos 30% de candidaturas femininas. “Lutar por mais candidaturas negras também é uma forma de promover reparação e fortalecer a democracia. As movimentações que existem em defesa de mais candidatos negros nas eleições do ano que vem, incluindo para a prefeitura de Salvador, são legítimas e condizentes com a realidade da nossa cidade, em que mais de 80% da população é negra, mas é marcada pelo racismo estrutural e por um dos maiores índices de desigualdade social do país”, acrescenta Ireuda Silva.

Texto e foto: Ascom – vereadora Ireuda Silva

Reportar Erro