Gestão de Marcelo Olegário atende 100% da população com serviços de saúde básica

Mesmo com queda na receita, a gestão de Marcelo Olegário tem o melhor serviço público entre 26 municípios da região norte de Minas Gerais

Publicado em 01/05/2017 - 00:00

Divisa Alegre (MG) – A entrevista da semana é com o republicano Marcelo Olegário, que está no segundo mandato de prefeito no município de Divisa Alegre, que fica na divisa com a Bahia e distante 960 km da capital Belo Horizonte.

Filho de família com grande tradição na política do município de Medina, Marcelo Olegário (PRB) tem pai, mãe e tio que já foram prefeitos da cidade. Ele, que é engenheiro agrônomo, foi vice-prefeito da cidade natal e depois de passar num concurso para Prefeitura de Divisa Alegre, se tornou secretário de Agricultura e foi eleito prefeito em 2012 e reeleito nas eleições do ano passado.

Entre os avanços, estão a melhoria do serviço de educação, agricultura e demais áreas do município, mas o carro chefe do governo de Olegário é a saúde.

 

Confira a entrevista

Agência PRB Nacional – Prefeito, quais foram os maiores desafios desses primeiros quatro meses de mandato?

Marcelo Olegário – Sem dúvida, as dificuldades passam pela queda nas receitas. 2016 foi um ano difícil para nós. Somente entre janeiro a março deste ano, perdemos R$ 285 mil em comparação aos primeiros meses do ano passado. Isso levando em consideração que nossa receita mensal gira em torno de R$ 1,2 milhão. Para nós, está sendo muito difícil porque as despesas sempre crescem e as receitas estão caindo. Essa diminuição na arrecadação tem impactado diretamente no orçamento. Está muito difícil conseguir ajustar as contas. Uma outra dificuldade, que é desencadeada pela crise financeira, é o desemprego. O povo cobra e procura a prefeitura atrás de emprego e a pressão é constante em cima da gente. Com isso, vem o um desgaste enorme porque com a queda das receitas, o índice de folha está no limite.

 

Agência PRB Nacional – Nesse caso, o prefeito precisa dizer não sem desagradar, não é verdade?

Marcelo Olegário – A gente precisa ter um jogo de cintura para tentar resolver essa questão. A pessoa já vai pedir emprego e se sente humilhada.  Se a gente não tiver um traquejo político para lidar com essa situação, termina agravando ainda mais a situação e a pessoa sai mais chateada. Além disso, com uma queda dessa, o índice para despesas com pessoal acaba subindo mesmo sem contratar nenhum funcionário porque é baseada na receita corrente líquida. Se a nossa receita é de R$ 1,2 milhão, os 54% permitidos por lei para folha de pagamento é de R$ 648 mil, mas se a arrecadação cai, por exemplo, para um milhão, os mesmos 54% passam a corresponder a R$ 540 mil. É uma situação, bastante complicada. Todo ano tem o reajuste do salário e temos também o reajuste do piso nacional dos professores, ou seja, a despesa sempre aumenta e a arrecadação precisa seguir o mesmo ritmo, se não, a prefeitura quebra, fica no vermelho.

 

Agência PRB Nacional – Prefeito fora essa questão de não aumentar a folha de pagamento, o que a sua gestão tem feito para diminuir a despesa do município e equilibrar as contas?

Marcelo Olegário – Estamos reduzindo gastos em todos os setores da prefeitura. Diminuímos a quantidade de carros, cortamos algumas gratificações, reduzimos o número de horas extras e evitamos novos contratos. Em todos os setores, estamos buscando diminuir as despesas para atender as necessidades prioritárias do município, demandas que não temos como deixar de pagar.

 

Agência PRB Nacional – Prefeito, mas mesmo com essa crise, os serviços de saúde e educação, a prefeitura tem conseguindo manter?

marcelo-olegario-prb-entrevista-divisa-alegre-mg-foto3-ascom-30-04-2017Marcelo Olegário – Graças a Deus, com muita luta, tenho a felicidade de dizer que a nossa saúde, entre os 26 municípios da região, é a que está em primeiro lugar. Conseguimos atingir o número de 100% em todos os programas de atendimento. Nossa atenção básica é bastante eficiente, damos toda atenção a nossa população, exames laboratoriais gratuitos, consulta em várias especialidades, cirurgia, ultrassom, endoscopias, ressonâncias e vários outros serviços oferecidos pela rede municipal de saúde. Nossa saúde atende muito bem a população e representa o carro chefe do nosso governo. A educação também está entre as melhores da regional. Oferecemos curso de capacitação para os professores, material didático de qualidade, merenda escolar com o acompanhamento de nutricionista, escolas reformadas, compramos carteiras novas, computadores e móveis novos. As escolas contam com toda estrutura para atender bem os nossos alunos. Além do transporte escolar convencional, temos dois ônibus que levam os estudantes que estão fazendo curso superior na cidade vizinha.

 

Agência PRB Nacional – Esse é o seu segundo mandato e imagino que a realidade era bem diferente de quando você assumiu o governo, pela primeira vez, em 2012.

Marcelo Olegário – Sem dúvidas. Recebemos a prefeitura com R$ 5,2 milhões de dívidas com o INSS, R$ 3 milhões de salários atrasados e R$ 2,7 milhões de precatórios. Parcelamos e pagamos os salários e também os débitos com a previdência social e também conseguimos iniciar o pagamento dos precatórios. Recebemos a prefeitura sem nenhum carro em condição de uso, não tínhamos nenhuma ambulância para o transporte dos pacientes. As escolas todas acabadas e os salários atrasados dos professores. Diante dessa dura realidade, reajustamos os salários e pagamos o piso nacional dos professores. Reestruturamos a prefeitura e colocamos Divisa Alegre no caminho certo do desenvolvimento. Apesar da crise, temos conseguido honrar os compromissos e fazer um trabalho bem feito. Não posso deixar de reconhecer a competência e a eficiência da secretária de Saúde, a enfermeira Mislene Targino, pelos resultados alcançados.

 

Agência PRB Nacional – Qual o balanço que podemos fazer desse início de mandato?

Marcelo Olegário – Tenho uma grande satisfação em desenvolver ações que têm contribuído com a melhoria da qualidade de vida da nossa população. A gente percebe a satisfação do povo pelo atendimento na saúde, os avanços que tivemos na educação, na agricultura e nas demais áreas do município. Essa satisfação de ver as pessoas sendo atendidas de forma eficiente e esse trabalho da gente vem transformando a vida dessas pessoas.  Essa é a nossa alegria, ver que o trabalho da gente está mudando a vida do povo para melhor. 

 

Agência PRB Nacional – Prefeito, quais são os grandes projetos para este mandato, até 2020?

Marcelo Olegário – Vamos realizar a revitalização das margens da BR 116, que passa por dentro da cidade. Estamos com estágio avançado de construção da creche pró-infância, temos um centro de saúde em fase de conclusão, estamos com dinheiro em conta para asfaltar quase toda a cidade. Fora isso, o município sofre com os problemas causados pela seca e para resolver isso já perfuramos diversos poços artesianos nas comunidades rurais. Começamos a estruturar o distrito industrial e já estamos negociando com algumas empresas. Temos o projeto para reformar o estádio Edivaldo Brito, que já está em fase de licitação para ampliação e cobertura das arquibancadas. Estamos pleiteando uma vila olímpica, um terminal rodoviário por meio de emenda parlamentar em nível federal. São esses os projetos que temos para nossa cidade. Uns em andamento e os demais estamos pleiteando com os órgãos estaduais e federais.

 

Agência PRB Nacional – Quando o senhor diz que já tem recursos para pavimentação dos bairros, qual o valor desse recurso prefeito?

Marcelo Olegário – Temos uma estimativa de emenda parlamentar. Temos em torno de uns R$ 400 mil para pavimentação e agora o governo estadual liberou cerca de 5 km de asfalto. Com isso, vamos conseguir asfaltar toda cidade de Divisa Alegre.

 

Agência PRB Nacional – E na zona rural, o que já foi possível fazer?

Marcelo Olegário – Quando eu estive como secretário de Agricultura, nossa gestão criou um assentamento rural, levamos assistência técnica para os agricultores, implantamos diversos programas para o pequeno agricultor, como foi o caso do Pronaf, compras de máquinas agrícolas e depois que assumi a prefeitura, conseguimos ampliar esses programas. Aderimos ao Garantia Safra – um programa do governo federal que garante um seguro ao agricultor caso ele perca a safra, conseguimos a instalação do Escritório Local do Instituto Estadual de Florestas, que é o único da região. Fora isso, temos aumentado a quantidade de projetos de financiamentos do Banco do Nordeste aos pequenos produtores rurais e compramos os produtos dos agricultores para a merenda escolar. Também temos disponibilizado máquinas para preparação das terras, fazemos a distribuição de sementes de milho e feijão, além de oferecer uma assistência técnica constante aos agricultores, orientado a diversificar a produção da agricultura familiar. As estradas estão todas recuperadas e em excelentes condições de uso. Temos feito barragens para acumular água da chuva destinada ao gado e aos animais.

 

Agência PRB Nacional – Quando alguém pensa na gestão do prefeito Marcelo em Divisa Alegre, qual é o diferencial, a marca do seu governo?

Marcelo Olegário – A principal referência que temos é a questão do respeito com o dinheiro público, diferente dos três prefeitos antes de mim, todos eles deixaram a prefeitura em situação complicada e não tiveram nenhum zelo com a coisa pública. Nosso governo trata bem as pessoas, nosso atendimento é feito com muito respeito às histórias das pessoas. A população reconhece nossos esforços durante esses últimos quatro anos para resolver os problemas da cidade e assim contribuir com a melhoria da qualidade de vida da população. Afinal, foi por isso que o povo me elegeu prefeito.

 

Agência PRB Nacional – O que a população de Divisa Alegre pode esperar?

Marcelo Olegário – O que eu quero dizer é que apesar das dificuldades que a gente tem enfrentado por causa dessa crise financeira que assola o Estado de Minas Gerais e a nação, principalmente, os municípios, é que vou lutar com toda disposição para que até o final de nosso mandato, a gente consiga trazer mais desenvolvimento para o município e corresponder a confiança que o povo depositou em nosso governo. Vamos trabalhar sempre de forma austera, eficiente e com respeito a coisa pública, atendendo com um olhar sensível as demandas de maior necessidade da população. O povo pode confiar no nosso governo e ter esperança que vamos conseguir fazer de tudo que afirmamos durante a campanha.

Por Agência PRB Nacional

 

Reportar Erro