Daniel Guerra celebra a tradição e o progresso de Caxias do Sul na abertura da Festa da Uva

Na cerimônia oficial, prefeito também anunciou a compra de nove ambulâncias para a rede pública

Publicado em 25/02/2019 - 00:00

Caxias do Sul (RS) – O prefeito Daniel Guerra (PRB) participou da abertura oficial da 32ª Festa Nacional da Uva de Caxias do Sul, realizada na manhã de sexta-feira (22) no Parque de Eventos. Diversas autoridades participaram da cerimônia, entre elas, o vice-presidente da República, Gen. Hamilton Mourão; o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; o presidente da Assembleia Legislativa, Luis Augusto Lara; além de senadores, deputadores federais, e da presidente da Festa da Uva, Sandra Mioranza Randon.

Mais cedo, antes da abertura oficial nos pavilhões, o prefeito recebeu o governador Eduardo Leite na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC). Eles participaram de um café da manhã na entidade com a palestra do governador. O tema abordado foi “Metas e Desafios para o Rio Grande do Sul”.

Após esse compromisso, os dois se dirigiram ao Parque de Eventos da Festa da Uva, junto à primeira-dama, Andrea Marchetto Guerra; e diversos secretários municipais e presidentes de autarquias. A abertura teve início com uma apresentação do ator Thiago Lacerda, embaixador do evento, que mostrou um pouco da história da imigração italiana. A presidente da Festa, Sandra Randon, ressaltou a importância das raízes italianas e do empreendedorismo dos imigrantes que povoaram Caxias do Sul. Já o governador Eduardo Leite destacou a inovação e a tradição dos caxienses que inspiram o estado e o país.

O prefeito Daniel Guerra também discursou e lembrou da iniciativa desta administração em realizar mudanças para qualificar a maior festa comunitária do sul do Brasil. “Queríamos trazer de volta a celebração, o encontro, e homenagear quem faz da uva o verdadeiro sentido desta festa. E é isso que todos poderão viver a partir de hoje: o resgate da força e do trabalho daqueles que colonizaram e iniciaram a Caxias que conhecemos nos dias atuais. Temos um evento grandioso e autossustentável, fruto do trabalho incansável e dedicado da presidente Sandra e equipe, com o apoio de todas as unidades da Prefeitura de Caxias do Sul”, comentou o prefeito.

No discurso, o vice-presidente do Brasil, Gen. Hamilton Mourão, afirmou que a Festa da Uva é a oportunidade de mostrar a pujança de Caxias do Sul e dos imigrantes que vieram para essa terra. Na sequência da cerimônia, as autoridades presentes no palco fizeram o descerramento da fita inaugural que simbolizou o início do evento.

Reivindicações ao governo federal

Ao recepcionar o vice-presidente da República, Gen. Hamilton Mourão, o prefeito Daniel Guerra entregou um ofício com diversas demandas de Caxias do Sul para o governo federal. Na área da saúde, foi solicitada a publicação da portaria de qualificação da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Zona Norte que garantiria um aporte extra de R$ 250 mil mensais em subsídios da União. Outra demanda foi em relação ao TETO MAC (Teto Financeiro de Média e Alta Complexidade). Hoje, o déficit entre o que o Município aplica nos procedimentos ambulatoriais e hospitalares e o que é pago pelo governo federal ultrapassa o valor de R$ 7 milhões.

Na educação, o prefeito reivindica o parecer do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) sobre dois projetos referentes à construção de escolas de Educação Infantil para a cidade. Sobre infraestrutura, a administração municipal solicita a viabilização da inclusão do Aeroporto de Vila Oliva nos planos de expansão da malha aeroviária do governo federal. Além disso, o Município também pede o apoio da União para a realização de novos projetos habitacionais para Caxias do Sul.

Entrega de ambulâncias

Na abertura da Festa da Uva, o prefeito Daniel Guerra anunciou a entrega de nove novas ambulâncias para a rede pública de saúde de Caxias do Sul. O investimento foi de R$ 1.928.000,00, com recursos próprios do Município. Das nove ambulâncias, cinco farão parte da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e quatro serão para o setor de Transporte de Apoio. Com essa ação, a Prefeitura de Caxias do Sul renovará a frota completa de ambulâncias. Os veículos já estão prontos para imediato funcionamento.

A recomendação dos órgãos de segurança é a troca de ambulâncias a cada cinco anos. No entanto, a idade da frota de apoio já chega a 12 anos e, a dos veículos do Samu, chega a oito anos. Após a renovação, alguns veículos antigos, mas que estão em melhor estado, serão mantidos com manutenção para reserva dos serviços.

“Isso trará mais qualidade e agilidade ao serviço prestado à comunidade. Além disso, teremos economia, já que a frota passava muito tempo na oficina mecânica”, considera o secretário da saúde, Júlio César Freitas.

Também será adquirida uma nova motocicleta para ser usada como motolância, porém não houve interessados na licitação. O processo poderá ser repetido ou feita compra direta.

Texto: Ascom – Prefeitura de Caxias do Sul
Fotos: Mateus Argenta

Reportar Erro