Crivella participa de reinauguração de agência da Caixa na Rocinha

Banco funcionará no Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare, que pertence à prefeitura e está completando 15 anos de serviços prestados à população

Publicado em 23/08/2019 - 00:00

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-BA) participou nesta sexta-feira (23), da reinauguração de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) na Rocinha, em São Conrado, Zona Sul da cidade. O banco funcionará no Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare, que pertence à prefeitura e está completando 15 anos de serviços prestados à população, com um público diário estimado em 1.500 pessoas. Fechada há dois anos, a agência, que antes funcionava como um pequeno posto dentro da comunidade, foi reaberta no novo endereço graças a entendimentos com o governo municipal, que cedeu o espaço físico no primeiro andar do prédio.

“Essa inauguração é um marco simbólico do governo do presidente Jair Bolsonaro. A Caixa Econômica Federal é uma grande instituição financeira. Agora, a presença do presidente (da Caixa, Pedro Guimarães) aqui, numa agência na comunidade da Rocinha, mostra que o objetivo da Caixa não é só apenas dar bons resultados. É também reverter esses resultados em benefício do nosso povo, sobretudo mais carente. É um fato extraordinário. Eu vim aqui para saudar o presidente, agradecer, e quem saber fazermos parceria em outras comunidades”, afirmou Crivella.

Para Pedro Guimarães, a reinauguração da unidade amplia e fortalece o relacionamento da população com a instituição. Ele adiantou que o banco estuda a abertura de novas agências em outras comunidades do município. “A nova agência vai facilitar o acesso dos moradores da Rocinha aos serviços oferecidos pela Caixa, como pagamento de benefícios sociais, além de promover inclusão por meio da bancarização (oferta de diversos serviços bancários). Nossa intenção é ampliar nossos serviços a outras comunidades do Rio”, assegurou Guimarães.

O banco estatal deve entrar no setor de microcrédito, visando empréstimos de baixo valor para a população de baixa renda. Moradores da Rocinha exaltaram a importância da agência para a comunidade. “A gente se sente até mais importante. Vou abrir uma conta hoje mesmo”, disse Maria do Socorro Nascimento, de 45 anos.

Rodrigo Valentino, 27 anos, e a esposa, Fernanda dos Santos, 23, contaram que sem a agência local eram obrigados a usar a da Gávea. “Pegávamos longos engarrafamentos para receber um simples benefício ou pagar uma conta”, lembrou Rodrigo, ao lado da vizinha, Maria do Carmo Faria, 70. “Essa parceria (Prefeitura e CEF) vai facilitar muito nossa vida”, completou Maria do Carmo.

Centro de Cidadania completa 15 anos

O Centro Municipal Rinaldo de Lamare completou 15 anos de funcionamento na Rocinha. Neste período, segundo a gestora do imóvel, Cristina Sousa, o edifício de 18 andares já prestou atendimento a pelo menos 50 mil famílias não só na Rocinha, mas também da vizinha Vidigal e adjacências. A data foi lembrada com uma solenidade na manhã desta sexta-feira, da qual também participaram o prefeito Marcelo Crivella e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

“O prédio é um símbolo da presença do governo municipal junto à comunidade, atendendo suas necessidades de perto”, ressaltou Cristina.

Texto: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro
Foto: Evaldo Reis

Reportar Erro