Crivella entrega RGIs e realiza sonho da casa própria para 209 famílias

O documento garante a propriedade dos apartamentos. Os prédios, com 300 unidades distribuídas em 15 blocos, foram inaugurados em 2017

Publicado em 28/09/2019 - 00:00

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) entregou, nesta sexta-feira (27), o Registro Geral de Imóveis (RGI) para 290 famílias do condomínio Residencial Porto Seguro, em Santa Cruz, Zona Oeste da cidade. O documento garante a propriedade dos apartamentos e significa a realização do sonho da casa própria. Os prédios, com 300 unidades distribuídas em 15 blocos, foram inaugurados em 2017.

“Não importa se esse apartamento é uma mansão ou não. O que importa é que ele agora é de vocês, ninguém pode tirar, é uma herança que vai ficar para a família de cada um”, afirmou Crivella.

Crivella entrega RGIs e realiza sonho da casa prórpia para 209 famíliasA pedido dos moradores, a Prefeitura também vai reformar a quadra esportiva local, ajustar a iluminação do condomínio, criar uma academia de ginástica para a terceira idade e colocar mais caçambas para o recolhimento de lixo entre os prédios.

Para os moradores, o dia será lembrado como uma “doce data”. O técnico em segurança do trabalho Flávio Riva, de 40 anos, e a esposa, Monique Leitão, de 41, pais de Nicole, 8, e Lincoln, 3, ficaram emocionados ao receber o RGI.

“Brincar com meus filhos no parquinho do condomínio e dormir, em paz, longe da violência (a família morava numa área de risco em Campo Grande) sob um teto, agora próprio, não tem preço”, afirmou Flávio.

A auxiliar de serviços gerais Rita da Costa, de 57 anos, e sua vizinha, a empregada doméstica Francisca Oliveira, 53, também comemoraram o que chamaram de “a maior conquista” de suas vidas. “Teve muita luta. Eu e meu filho (Fabrício, de 17 anos) saímos do meio de ratos, baratas e enchentes, na comunidade Barro Vermelho (na mesma região) para viver nesse paraíso. Fomos muito abençoados com o sorteio do nosso imóvel”, disse Rita.

Os beneficiados foram sorteados por meio do programa Minha Casa Minha Vida, parceria da Prefeitura com o governo federal, via Caixa Econômica, para construção de habitações populares. Desde o início da atual gestão, o município já entregou RGIs a oito mil famílias, permitindo o acesso à escritura registrada, com valor de mercado. A previsão, até o fim desta gestão, é que aproximadamente 18 mil famílias recebam o documento. O evento contou com a presença do secretário Municipal de Infraestrutura e Habitação (SMIH), Sebastião Bruno.

Nos últimos dois anos, já foram entregues cerca de 9 mil moradias construídas pelo Minha Casa Minha Vida, ajudando a realizar o sonho do imóvel próprio para mais de 35 mil pessoas que vivem na cidade do Rio.

Saiba mais sobre o Minha Casa Minha Vida

Há duas formas de participação no programa: por reassentamento, quando famílias são retiradas de locais de risco ou são vítimas de desabamentos, deslizamentos ou temporais; ou por sorteio, quando o candidato se inscreve para ser contemplado com imóvel. O valor da prestação varia de R$ 80 a R$ 270 mensais.

Os interessados devem ter mais de 18 anos e se inscrever na Rua da Constituição 34, Centro. Para a adesão é preciso apresentar a documentação original do titular do cadastro e do cônjuge, se houver.

Os documentos são: carteira de identidade; certidão do registro civil; CPF; comprovante de residência; contracheque ou comprovante de benefícios que prove renda; e certidão de nascimento de filhos menores de 18 anos.

Podem participar do programa pessoas que não têm casa própria ou financiamento habitacional em qualquer localidade do Brasil e que nunca foram beneficiadas por programas de habitação social do governo.

Texto e fotos: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro

Reportar Erro