Crivella anuncia retomada do programa “Bairro Maravilha”

Programa Bairro Maravilha beneficiará 1,2 mil moradores de comunidades em Campo Grande. Investimentos chegarão a R$ 3,6 milhão

Publicado em 10/06/2019 - 00:00

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (PRB) anunciou, no sábado (8), em Campo Grande, na Zona Oeste, a retomada do programa Bairro Maravilha Oeste (comunidades de Alhambra e Fernão Magalhães I e II). Os investimentos chegarão a R$ 3.634.383,00. Serão executadas obras de urbanismo, pavimentação de vias, recuperação e construção de calçadas e de redes de água e drenagens, entre outras intervenções, a serem executadas pela empresa Petrovias Engenharia Construções Ltda.

Crivella anuncia retomanda do programa "Bairro Maravilha"O prazo para a entrega dos serviços é de 210 dias. Ao todo, 1,2 mil moradores de dez duas ruas serão beneficiados. Ao falar à comunidade, Crivella pediu a representantes da empresa que moradores das três localidades sejam contratados como operários para as obras.

“Pedreiros, bombeiros, eletricistas, serventes, carpinteiros e até senhoras para fazer café e almoço para os trabalhadores podem ser contratados na própria região”, disse o prefeito.

O secretário de Obras, Sebastião Bruno, adiantou que as obras no bairro Alhambra começam na próxima segunda-feira.

“E serão concluídas no carnaval do ano que vem. A qualidade de vida dos moradores vai melhorar substancialmente”, comentou Bruno.

Algumas intervenções previstas:

Construção de rede de esgoto sanitário: 2.956 metros;
Rede de água potável: 2.96 metros;
Rede de drenagem: 502 metros;
Pavimentação asfáltica: 6.364,73 metros quadrados;
Calçadas em concreto: 4.527,68 metros quadrados;
Calçadas em grama: 2.306,35 metros quadrados.

Moradores comemoram

“Estamos em festa, pois as obras vão solucionar problemas históricos, principalmente em relação à rede de esgoto. Hoje, a maioria usa fossas sépticas em suas residências ou escoa o esgoto em rede de águas pluviais”, ressaltou o presidente da Associação de Moradores da região, Otaciano João de Oliveira, de 74 anos.

O vereador Dr. Gilberto lembrou que a primeira etapa do projeto estava parada desde 2016. “A população merece a conclusão desses serviços”, comentou.

Texto e fotos: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro

Reportar Erro