Você está preparada para participar da festa da democracia?

Eleições têm diversas orientações, organize-se com antecedência

Publicado em 13/11/2020 - 15:36

Brasília (DF) – No próximo domingo (15), o primeiro turno das eleições municipais 2020 acontece em todas as regiões do país. Para participar efetivamente da festa de democracia, é importante que o eleitor se atente a detalhes importantes. Por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), por exemplo, a máscara é indispensável nas zonas eleitorais e cada eleitor deverá levar a própria caneta para assinatura no caderno de votação. Portanto, antes de sair de casa, verifique se a caneta está funcionando e separe a máscara de proteção.

A permanência nos locais de votação deve compreender apenas o tempo suficiente para a identificação e a digitação do voto. Além disso, quem puder deve comparecer ao local de votação sozinho, evitando levar crianças ou qualquer outro acompanhante. Além disso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ampliou o horário de votação e definiu um período prioritário para idosos. Com o objetivo de reduzir os riscos de aglomeração no dia da votação, no horário de 7h às 10h, e os maiores de 60 anos terão prioridade nas filas.

Para ficar por dentro de todas essas informações, é essencial também que o eleitor baixe o aplicativo E-Título. A plataforma passou por alguns ajustes recentemente e até então já foram mais de quatro milhões de downloads. Na página, os cidadãos poderão encontrar o título eleitoral digital com foto. Entre outras vantagens do E-Título, estão ainda as de emitir as certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais, que estarão disponíveis ao eleitor a qualquer momento. O app também informa o endereço do local de votação e fornece informações sobre a situação eleitoral.

Apesar da funcionalidade tecnológica, vale ressaltar ainda que é proibido o uso de smartphones, celulares, máquinas fotográficas e filmadoras dentro da cabina de votação. Essas vedações buscam proteger o eleitor contra interferências externas – e indevidas – sobre sua vontade. A ideia é que o cidadão tenha liberdade para votar, depois de ter examinado a biografia e a trajetória política dos candidatos que disputam o pleito. Assim, a cabine de votação é local onde apenas o eleitor, sem pressão nem testemunhas, realiza seu direito de voto na urna eletrônica.

Texto: Gabbriela Veras / Ascom – Mulheres Republicanas Nacional
Foto: Arquivo – Mulheres Republicanas

 

Conheça o Espaço do Candidato Republicano

Na página exclusiva, você encontra modelos de materiais de propaganda, dúvidas frequentes, E-book do Candidato Republicano, orientações sobre a legislação eleitoral, dicas para campanha nas redes sociais e outros. Acesse agora e aproveite ao máximo tudo que preparamos para ajudar você durante a campanha.

Reportar Erro