Tânia Bastos defende retorno presencial das aulas no Rio de Janeiro

Republicana ressalta a garantia do protocolo de segurança sanitária nas escolas contra a Covid-19

Publicado em 24/02/2021 - 08:00

Rio de Janeiro (RJ) – Na última sexta-feira (19), a vereadora Tânia Bastos (Republicanos) participou de reunião da Comissão de Retorno às Aulas da Câmara Municipal do Rio de Janeiro para acompanhar as ações tomadas pela Prefeitura para o início das aulas presenciais e a estruturação do calendário de reposição relativo a 2020. Após algumas visitas às unidades escolares e reuniões com os representantes da educação, um relatório foi elaborado indicando o não retorno às aulas. A recomendação é de suspendê-las até reduzir os índices de contaminação e esclarecer os riscos da Covid-19 presente na cidade. A ação proposta pelo relator foi revogada pelo colegiado.

A republicana, que votou sim ao documento, explica que colocou algumas ressalvas para a sua decisão. “Sou favorável ao retorno às aulas, acredito que os pais possam optar pelo ensino presencial ou remoto. É evidente que muitos pontos precisam melhorar, sobretudo na educação especial. Entendo que precisamos dar início de forma gradual”, afirmou.

A republicana, ainda, ressaltou que os impactos psicológicos, somados pela falta de apoio que a unidade escolar representa para os estudantes está mais do que evidenciado. “Os pais, em especial as mães, precisam deixar seus filhos para trabalhar. Os trabalhadores estão nos transportes públicos, no dia-a-dia buscando o sustento de suas famílias. Não podemos fechar os olhos”, reiterou.

A vereadora sugeriu que a Câmara Municipal contribua também com a reforma das escolas e que os profissionais da educação sejam vacinados. Ela afirmou que se todos os protocolos de segurança forem devidamente respeitados, a volta às aulas pode ser realizada sem nenhum problema ou perigo para os alunos. “Respeitem todos os protocolos e volta às aulas!”, ressaltou.

Sobre a volta às aulas

Serão reabertas escolas de todas as regiões do município nesta quinta-feira (24). Nesta primeira fase, voltam parcialmente alunos da pré-escola, 1º e 2º ano do ensino fundamental. A cada semana, a lista de escolas aptas ao retorno presencial será atualizada no site da Secretaria Municipal de Educação (SME).

O ensino remoto começou no último dia 8 de fevereiro por meio da TV Escola, para toda a rede municipal, e a retomada presencial envolve turmas de 38 escolas, que têm 7.730 estudantes (a partir dos 4 anos de idade). O retorno presencial é facultativo.

As aulas presenciais ocorrerão em unidades adequadas ao protocolo sanitário aprovado pelo Comitê Especial de Enfrentamento da Covid-19. Para evitar aglomeração, a quantidade de alunos estará condicionada à conjuntura epidemiológica de cada Região Administrativa da cidade. Se a situação estiver moderada (bandeira amarela), as unidades escolares poderão receber 75% de seus alunos. Se estiver alta (bandeira laranja), 50% de sua capacidade. E se estiver muito alta (bandeira vermelha), 30% da capacidade.

Fonte: Prefeitura do Rio de Janeiro 
Texto e edição: Gisele Rocha / Ascom – Mulheres Republicanas
Foto: cedida

Reportar Erro
Send this to a friend