RN: republicanas tratam sobre história da mulher na política

No Rio Grande do Norte, o Mulheres Republicanas realizou o primeiro encontro virtual

Publicado em 12/08/2020 - 18:44

Natal (RN) – A pandemia do novo coronavírus vem mudando a forma de fazer política e de preparar mais mulheres. Desta vez, o Mulheres Republicanas Rio Grande do Norte mostrou mais uma forma de se reinventar. Nesta segunda-feira (10), foi realizado o I Encontro do movimento feminino do partido no estado. Com dicas valiosas para as pré-candidatas, a ação aconteceu exclusivamente de forma remota, através das redes sociais, e contou com a visualização de mais de 210 pessoas.

Apresentando a live, estava a secretária estadual, deputada Eudiane Macedo que contou das dificuldades que muitos enfrentam hoje em dia, especialmente neste ano, por causa do período pré-eleitoral atípico. “A gente sabe que não tem sido fácil fazer política neste período e por isso quero reforçar que somos mulheres fortes, corajosas e destemidas. Espero que a minha fala seja um incentivo para cada uma de vocês que estão pensando em desistir. A política é para nós mulheres sim! ”, incentivou as participantes.

Quem também fez questão de participar da ação foi o presidente estadual do Republicanos, deputado federal Benes Leocádio. Ele agradeceu o empenho das participantes e das organizadoras: “Para mim é uma satisfação participar deste encontro que trata sobre assuntos de extrema relevância frente ao pleito de 2020. Com certeza vocês estão contribuindo com o nosso partido e auxiliando as nossas pré-candidaturas. Por isso para mim é uma alegria contar com a ajuda, disposição e determinação de vocês. Ao final do pleito com certeza vamos apurar um grande crescimento da família 10”, concluiu.

A palestrante do momento foi a jornalista Flávia Urbano. Ela começou falando da linha do tempo da mulher na política e depois deu dicas para as participantes. “Atualmente a mulher tem uma visão apurada sobre determinados assuntos que predominantemente não são prioridades para os homens. Não são coisas que eles vivenciam na pele. Então se você vai abordar uma mulher dá para falar sobre creches, por exemplo. Na maioria das vezes, a mulher é a principal atingida pela falta de vagas”, explicou.

Uma das participantes, a pré-candidata Maria Claudiceia, dividiu no encontro algumas situações complicadas que já percebeu e falou da importância de ações como essas. “As mulheres na inclusão da vida política fazem a diferença! Sou pré-candidata e estou saindo da minha zona de conforto, pois acredito que a gente entra na política para fazer a diferença. O machismo ainda é muito grande dentro da vida pública, é como se nós não estivéssemos preparadas. Por isso que isso aqui é muito importante, pois o encontro serve para a gente se empoderar de conhecimento e que nós temos o nosso espaço”.

Quem quiser ver o encontro virtual, pode acessar AQUI.

Texto: Gabbriela Veras | Ascom – Mulheres Republicanas
Foto: reprodução

Reportar Erro