Republicanas de SC entram em campo contra a violência à mulher

Mulheres Republicanas de Santa Catarina realizou ação no intervalo do jogo entre Avaí e Corinthians, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis

Publicado em 28/08/2019 - 00:00

Florianópolis (SC) – “Quem ama respeita. Vamos virar esse jogo”, foi com esse recado e por esta causa que o movimento Mulheres Republicanas de Santa Catarina entrou em campo no intervalo do jogo entre Avaí e Corinthians, no Estádio da Ressacada, no último domingo (25).

Para a secretária estadual do movimento, Vera Pinheiro, a conscientização é fundamental. “Precisamos conscientizar os homens, que são os principais agressores, e escolhemos um ambiente culturalmente machista, como é o caso de um estádio de futebol, para passar essa mensagem”, explicou.

Ela destacou a necessidade das mulheres praticarem a sororidade. “Se uma amiga, vizinha ou colega de trabalho estiver passando por qualquer situação de violência, procure ajuda. A sua denúncia pode salvar uma vida. Jamais tolere a violência contra a mulher”, completou a secretária.

A vereadora de São José (SC), Cristina de Souza (Republicanos), também participou da ação. “Vamos virar este jogo. Entramos em campo no intervalo do jogo com uma faixa e 36 balões representando as mulheres vítimas de feminicídio em nosso estado. Quem ama respeita e com unidade e sororidade, vamos virar este jogo. Basta de violência contra a mulher”, reiterou a parlamentar.

Segundo o Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC), através de em um relatório que traça o perfil dos casos de violência registrados entre 2011 e 2018, 70% das vítimas de feminicídio em Santa Catarina sofreram agressões anteriores. A primeira atitude que deve ser tomada pela vítima, além de acionar a Polícia Militar em caso de agressão, é procurar uma das 31 delegacias especializada do estado, que dará o encaminhamento para que seja buscada judicialmente uma medida protetiva.

A ação contou com a participação da secretária do Mulheres Republicanas de Florianópolis, Adriane Nagel. O evento foi uma realização do Fórum Suprapartidário de SC e da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ).

Texto: Gisele Rocha / Ascom – Mulheres Republicanas Nacional, com informações e foto da Ascom – Mulheres Republicanas SC
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro