Renata Sene recebe homenagem do Corpo de Bombeiros

A moeda é um reconhecimento aos serviços prestados pela prefeita à população

Publicado em 10/05/2021 - 08:00

Francisco Morato (SP) – Na última terça (4), a prefeita de Francisco Morato, Renata Sene (Republicanos), esteve no batalhão do 5º Grupamento de Bombeiros do estado de São Paulo, em Guarulhos, onde recebeu a moeda “Challenge Coin” como forma de agradecimento pela colaboração junto ao grupamento e os anos de serviço prestados à população da Região da Bacia do Juquery.

A republicana ressaltou que ficou emocionada com a homenagem e que é uma honra receber do Corpo de Bombeiros, uma instituição tão importante. “Me sinto muito honrada e fiquei muito emocionada com essa homenagem. Agradeço ao Tenente Coronel PM Valdir Pires, ao Tenente Coronel PM Carlos Roberto Rodrigues e a todo o quartel. Manifesto aqui o meu respeito a essa corporação, a todas as pessoas que trabalham e que já trabalharam para assegurar que vidas possam existir”, disse a prefeita.

Renata, muito emocionada, prestou sua homenagem ao povo de Francisco Morato. “Em nome da cidade de Francisco Morato, tenho absoluta certeza que em breve vocês estarão lá representados, desejo que Deus abençoe a vida de vocês, a família de vocês e o que vocês representam para a minha cidade e para o Estado de São Paulo”, finalizou.

Sobre a Challenge Coin

Na Roma, os soldados eram recompensados em dinheiro pelo seu desempenho e quando considerados merecedores, recebiam uma moeda a mais no seu pagamento. Essa moeda de bonificação recebia uma cunhagem especial com o símbolo da legião a qual os soldados pertenciam, então os soldados começaram a aguardar suas moedas como lembrança, ao invés de gastá-las.

Outra história que remete ao surgimento da “Challenge Coin” é a do soldado francês que foi capturado durante a Primeira Guerra Mundial. Os alemães recolheram tudo o que o soldado carregava, exceto uma pequena bolsa de couro pendurada no pescoço, onde ele guardava uma moeda especial.

O soldado conseguiu escapar e retornou à França, porém como não estava em sua unidade, os próprios franceses acreditavam que se tratava de um espião e o condenaram à morte. Por sorte, um soldado reconheceu a insígnia gravada na sua “Challenge Coin” e a punição foi cancelada, retornando o militar para a sua unidade de origem.

Texto: Gisele Rocha/ Ascom Mulheres Republicanas
Foto: cedida

 

Reportar Erro
Send this to a friend