Procuradoria da Mulher da Câmara de Cristalina conquista equipe multidisciplinar

Órgão foi um projeto de autoria da vereadora Luciana Cândida

Publicado em 18/07/2021 - 08:00

Cristalina (GO) – A vereadora Luciana Cândida (Republicanos-GO), que também é procuradora da mulher na Câmara Municipal de Cristalina, está comemorando mais uma vitória do órgão, que foi um projeto de lei de sua autoria. A partir de agora, a Procuradoria vai contar com uma equipe fixa e multidisciplinar nas áreas de psicologia, assistência social, psicopedagógica e jurídica, para atendimento às mulheres e meninas (crianças e adolescentes) vítimas de violência doméstica.

“Esse atendimento qualificado será realizado com profissionais qualificados e necessários para atendimento eficaz, com orientação, encaminhamentos e acompanhamentos. Os profissionais da área vão favorecer o fortalecimento da rede de atendimento e das parcerias com o conselho tutelar, CREAS, CRAS e CIOPS”, disse a republicana.

Segundo a vereadora, o objetivo da Procuradoria é prestar uma assistência multidisciplinar gratuita e direcionada às necessidades de cada mulher, traçando estratégias e fomentando a implementação de ações e projetos em direito e políticas públicas para as mulheres. A decisão da equipe foi uma alteração na resolução 169 de 23 de março de 2015, que criou a Procuradoria Especial da Mulher.

Sobre a Procuradoria da Mulher

Criada em 2012, por meio da Resolução nº 639/2012, a Procuradoria Especial da Mulher tem, dentre as suas competências receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra a mulher; fiscalizar e acompanhar a execução de programas do governo estadual que visem à promoção da igualdade de gênero; assim como a implementação de campanhas educativas e antidiscriminatórias de âmbito estadual.

Também é papel da Procuradoria cooperar com organismos nacionais e internacionais, públicos e privados, voltados à implementação de políticas públicas para as mulheres, dentre outras.

Texto: Ascom – Mulheres Republicanas, com informação da Agência Câmara 
Foto: cedida

Reportar Erro
Send this to a friend