PRB Mulher do Mato Grosso realiza ações de combate à violência contra a mulher

A ex-senadora Serys Slhessarenko (PRB-MT) participou do “Aulão” de Defesa Pessoal, realizado no Parque das Águas, em Cuiabá

Publicado em 05/12/2018 - 00:00

Cuiabá (MT) – A coordenadora estadual do PRB Mulher no Mato Grosso, Amanda Surêt, promoveu dois eventos para comemorar o Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, comemorado no último dia 25 de novembro e em alusão a campanha nacional da militância: “Ei! Abaixa a sua mão! À não violência contra a mulher”.

No domingo (25/11), no Parque das Águas, em Cuiabá, a equipe realizou um “Aulão” de Defesa Pessoal com o objetivo de que as mulheres possam se defender em caso de agressão, seja ela doméstica ou de qualquer outro tipo. A aula ministrada pelo Sensei Arlei e Sensei Orlando, contou com a participação da equipe do Karatê Dojo-kan, das mulheres passantes pelo local, além das republicanas da militância e a ex-senadora Serys Slhessarenko (PRB-MT).

Já na sexta (30/11), as mulheres promoveram uma roda de conversa com o tema: “Violência contra a mulher”, na sede da Associação de Mulheres Joana D’Arc, em Cuiabá, com a participação dos moradores da região e da presidente da instituição, senhora Pedrina, mais conhecida como Dona Ica.

Para Amanda Surêt, os dias em que foram realizadas as ações, foram especiais e muito produtivas. “Foi um momento para chamar atenção das pessoas à questão da violência contra a mulher, considerando que o Mato Grosso é um dos estados com maior índice de feminicídio do país”, afirmou a coordenadora.

Em 2017, os casos de feminicídio aumentaram 55,1% no estado do Mato Grosso, em comparação com os crimes registrados em 2016, segundo o 12º Anuário Brasileiro de Segurança. O estado registrou no geral, 76 casos no ano passado.

Os números do estudo aponta Mato Grosso como o quarto estado do país com o maior número de crimes de feminicídio. No Brasil, ao todo 1.133 mulheres foram vítimas deste crime em 2017.

Texto e fotos: Ascom – PRB Mulher Nacional

 

Reportar Erro