MMFDH realiza palestra sobre suicídio e automutilação

Psicóloga fala sobre a importância das ações de prevenção

Publicado em 20/09/2020 - 13:00

Brasília (DF) – Seguindo as ações do Setembro Amarelo, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH) realizou, na última quinta-feira (17), uma palestra pela prevenção e conscientização sobre o suicídio e a automutilação. A ministra Damares alertou aos pais e responsáveis, que fiquem atentos aos sinais de sofrimento de seus filhos. “Quando souberem de algum caso, não agrida. Ao invés disso, abrace e acolha”, orientou a ministra.

A psicóloga e republicana, Adriana Crivella, falou sobre a importância das ações e palestras para a prevenção do suicídio e automutilação. “Os pais precisam estar atentos ao comportamento dos seus filhos, ainda mais em tempos que a internet dá uma sensação de solidão. O diálogo é a melhor opção para a prevenção”, destacou.

Ainda durante a palestra, a ministra lembrou ainda que o Brasil ocupa posições preocupantes nos rankings de saúde relacionados ao tema.“Nós somos um povo alegre, que dança, que joga futebol, que se diverte. Como a gente chega num ranking como oitavo país em suicídios do mundo e o primeiro em ansiedade? Há pesquisas que indicam que as nossas crianças são as mais estressadas da

Setembro Amarelo

Em 2003, o dia 10 de setembro foi instituído Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio (IASP). No Brasil, em apoio à iniciativa, o período do Setembro Amarelo tem sido marcado pela ampliação dos debates sobre a prevenção do suicídio no país.

Fonte : MMFDH
Edição: Gisele Rocha / Ascom – Mulheres Republicanas- 
Foto: Reprodução

Reportar Erro