Mirtes Salles assina Termo de Cooperação para beneficiar pessoas em situação de rua

A republicana também tratou de assuntos relacionados às enchentes do estado do Amazonas

Publicado em 01/04/2021 - 13:00

Manaus (AM) – Na manhã da segunda-feira (29), a secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Mirtes Salles (Republicanos-AM) e a titular da Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), Neila Azrak, assinaram um Termo de Cooperação Técnica, visando o cadastro de vagas para empregos aos assistidos do abrigo emergencial temporário.

A republicana garante que a iniciativa deve beneficiar 89 pessoas em situação de rua abrigadas pelo Governo do Amazonas, por meio da Sejusc, desde o dia 25 de fevereiro, na estrutura montada na área da Concentração do Sambódromo, zona centro-oeste de Manaus.  “A proposta é assegurar o acesso a direitos constitucionais e legais, como oportunidades de trabalho. O objetivo da parceria é tentar mudar a vida das pessoas que hoje estão em vulnerabilidade social”, ressaltou.

Mirtes reforça que serão mais de 80 pessoas que vão ser cadastradas para participar de oficinas, e serão encaminhadas para vagas de emprego, de acordo com o conhecimento de cada uma. “Essas pessoas entraram aqui de uma forma, desempregadas e desabrigadas. Esperamos que elas saiam daqui diferentes, com fonte de renda e preparadas para o mercado de trabalho”, afirmou a secretária.

O plano de execução do projeto está previsto para dar início na primeira semana de abril, e contará com o apoio de quatro colaboradores da Setemp, que estarão no local durante os dias necessários para o cadastro e emissão da Carteira de Trabalho Digital.

Ações contra enchentes

A secretária também esteve reunida, on-line, com representantes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para tratar sobre o apoio da Sejusc, na emissão de documentos aos pacientes do grupo de risco. Após esta reunião, Mirtes esteve com a equipe da Sejusc que vai participar do Plano Emergencial Enchente-2021, do Governo do Estado.

A ação será em abril nos municípios de Lábrea, Canatuma e Tapauá e vai ser composta por algumas secretarias. Nos locais, vão ser realizados serviços essenciais a essa parcela da população atingida pela cheia dos rios. “Nós da Sejusc vamos contribuir com a emissão de documentos como identidade para essas pessoas e mais uma vez reafirmamos a importância da nossa função social para as pessoas em vulnerabilidade”, afirmou Mirtes.

Fonte: Sejusc
Edição: Gisele Rocha/ Ascom Mulheres Republicanas
Foto: cedida

Reportar Erro
Send this to a friend