Livros são armas contra a violência doméstica

Órgãos lançam livros com conteúdos para orientar mulheres vítimas de violência

Publicado em 16/08/2020 - 15:00

Brasília (DF) – Percebendo que muitas mulheres estão em casa e que a literatura pode ser uma aliada para romper laços de violência, a Edições Câmara e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos lançaram o livro “Lei Fácil: violência contra a mulher” e a cartilha para prevenir a violência on-line, respectivamente. A literatura tem ajudado muitas mulheres a enxergarem o comportamento agressivo de seus companheiros.

A vereadora do Recife, Professora Ana Lúcia entende o poder dos livros, principalmente os que são de fácil entendimento. “O estímulo de literatura e desse tipo de informação visual é importantíssimo, principalmente para quem vive o ciclo da violência e também para quem rompeu esse laço com o agressor. Costumo dizer que para compreender a Lei Maria da Penha, a pessoa tem que ler o livro que conta a história dela. Nele conseguimos compreender o comportamento de possíveis agressores”, explicou.

Outra republicana que enxerga esse poder é a secretária do Mulheres Republicanas Sergipe, vice-prefeita de Estância, Adriana Leite, que também é professora. “A literatura em si é de fundamental importância para a informação das mulheres. Quantas, nos lugares mais longínquos, não têm noção do que é a violência física, patrimonial ou psicológica. Não podemos de forma alguma naturalizar a violência contra a mulher. Eu trato sobre esse assunto o tempo todo, mas a luta continua sempre e nós estamos sempre em busca dos nossos direitos”, concluiu.

A cartilha lançada pelo Ministério da Mulher tem o objetivo de prevenção a violência on-line, praticada em meios digitais, como sites, aplicativos e redes sociais. O material traz inúmeras informações sobre o tema da violência online, como conceitos, tipos e formas de prevenção. Além disso, a publicação conta com dicas para que as adolescentes possam navegar na internet da forma mais segura possível.

Já o livro da série “Lei Fácil” foi lançado pela Edições da Câmara dos Deputados. A publicação contou com a colaboração da Secretaria da Mulher e traz à luz ao tema da violência violência doméstica contra a mulher, abordando o papel da mulher na sociedade, o ciclo da violência doméstica e como romper esse ciclo, onde buscar ajuda e os direitos assegurados pela Lei Maria da Penha que, pouco mais de uma década após sua aprovação, tem sido utilizada na elaboração de políticas voltadas ao combate à violência contra as mulheres.

Texto: Gabbriela Veras / Ascom – Mulheres Republicanas Nacional, com informações do Ministério da Mulher e da Câmara dos Deputados
Foto: divulgação

Reportar Erro