Ireuda Silva propõe programa de combate à violência contra a mulher nas escolas

Ideia é que a conscientização sobre o tema comece o mais cedo possível

Publicado em 31/08/2020 - 11:58

Salvador (BA) – Tramita na Câmara Municipal de Salvador um projeto de indicação da vereadora Ireuda Silva (Republicanos) que propõe a criação do Programa de Combate à Violência Contra a Mulher nas Escolas. A ideia é que a conscientização sobre o tema comece o mais cedo possível, evitando o surgimento de novos agressores e estimulando o empoderamento e a defesa da mulher.

De acordo com a matéria, o projeto seria constituído por atividades escolares, culturais e educacionais relacionadas ao combate à violência contra a mulher, para alunos, pais e responsáveis. “A violência contra a mulher é resultado do machismo existente em nossa cultura e que é introjetado desde cedo nas mentes de todos nós. Porém, quanto mais estimularmos o debate e a disseminação de informação, mais estaremos contribuindo para a diminuição desse mal que destrói tantas famílias”, avalia Ireuda, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Salvador.

Ainda segundo o texto, “o número de casos de violência doméstica e familiar contra a mulher é alarmante no país, é sabível que existe cifra negra quando estes crimes não chegam ao conhecimento das autoridades, pois muitas delas são coagidas psicologicamente ou fisicamente pelos seus companheiros ou agressores e por este motivo não denunciam aos órgãos competentes a fim de colaborar com a prevenção, medida interventiva e registro dos casos de violência”.

Texto e foto: Ascom – vereadora Ireuda Silva

Reportar Erro