Ireuda Silva comenta sobre caso de violência à mulher em lhéus (BA)

Vereadora repudiou agressão sofrida por uma mulher na cidade de Ilhéus

Publicado em 18/10/2020 - 09:00

Salvador (BA) – Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, a vereadora Ireuda Silva (Republicanos) repudiou a agressão covarde sofrida por uma mulher na cidade de Ilhéus, conforme vídeo que circula nas redes sociais. Identificado como Carlos Samuel Freitas Costa Filho, o suspeito desfere uma série de socos contra o rosto da vítima, que não registrou boletim de ocorrência. As imagens têm causado revolta.

“É preciso ter estômago forte para assistir ao vídeo. Não é possível que um ser de natureza sub-humana como esse, que tem outros registros de agressões contra mulheres, ainda esteja livre. É uma ameaça à sociedade, sobretudo às mulheres, que parecem ser as vítimas preferenciais da sua covardia”, diz Ireuda. “Espero que a polícia, que está investigando o caso, seja célere e consiga encontrar esse homem, que pode ser autor de uma tragédia a qualquer momento”, acrescenta.

A republicana tem uma série de projetos que visam combater a violência contra a mulher. Além da campanha carnavalesca “Meu corpo não é sua fantasia”, há a proposta para criar a Guardiã Maria da Penha na Guarda Municipal e também nas escolas. Em relação a este último, haverá uma série de atividades educativas para alunos, pais e professores, com o objetivo de promover a conscientização e desconstruir o machismo desde cedo, evitando a produção de novos agressores e empoderando as mulheres.

Texto e foto: Ascom vereadora Ireuda Silva
Edição: Ascom Mulheres Republicanas Nacional 

Reportar Erro