Governo federal realiza oficina para mais mulheres na política 

Oficina será conduzida pela secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto

Publicado em 14/09/2020 - 08:22

Brasília (DF) – Com a aproximação das eleições, a Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, vinculada ao Ministério da Família, Mulheres e Direitos Humanos  (MFMDH), vai realizar, no dia 17 de setembro, a partir das 19h, com transmissão ao vivo pelo Facebook do MFMDH, uma oficina com o tema “Planejamento de Campanha”, a primeira do projeto Mais Mulheres na Política.

O evento será a oportunidade para que candidatas a cargos eletivos e suas equipes tirem dúvidas sobre o tema com especialistas em Direito Eleitoral, e será conduzida pela secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto, que é especialista em direito e marketing eleitoral e tem 17 anos de experiência na área.

Cristiane explica que a proposta da iniciativa é auxiliar as candidatas. “Não queremos aqui trazer informações puramente teóricas. Queremos esclarecer dúvidas. Nesse sentido, gostaria de fazer um chamamento às candidatas e suas respectivas equipes no envio de questões para serem discutidas na oficina. Tenho certeza de que, com a colaboração de todos, teremos uma oficina mais produtiva”, afirmou a secretária.

Para colaborar com mais informações para as possíveis pré-candidatas, a secretária vai receber as advogadas Mônica Lopes, que já foi coordenadora de diversas campanhas de pré-candidatas a vereadoras de norte ao sul do Brasil e a Dra. Bianca Maria Gonçalves e Silva,  pós-graduada em Direito Constitucional e Eleitoral. Bianca também integra a Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep). “As nossas convidadas tem vasta experiência na construção de projeto político com foco na definição de bandeiras e propostas de pré-candidatas”, ressaltou Cristiane.

As interessadas em participar da oficina podem enviar colaborações e dúvidas para o e-mail: dpdm@mdh.gov.br.

Fonte: MFMDH
Edição : Gisele Rocha / Ascom – Mulheres Republicanas 

Reportar Erro