Eudiane Macedo defende que famílias possam escolher pela volta às aulas no RN

Deputada faz parte da Comissão de Educação do Rio Grande do Norte

Publicado em 18/09/2020 - 13:11

Natal (RN) – Preocupada com a situação das mães que trabalham e não têm com quem deixar seus filhos, a deputada estadual Eudiane Macedo (Republicanos-RN) se pronunciou sobre a importância do retorno às aulas. Na audiência que participou com gestores de escolas privadas e membros do Comitê Científico Estadual de Combate à Covid-19, ela defendeu que as famílias possam escolher mandar ou não as crianças para as aulas. Em Natal, o retorno presencial nas escolas particulares foram liberados.

A republicana esclarece que muitas atividades estão sendo retomadas e que muitos responsáveis não têm como deixar as crianças sozinhas em casa. “Sabemos que é necessária toda cautela. Estamos falando de vidas. Mas quando vemos diversas atividades sendo liberadas e vemos as dificuldades de muitas famílias, principalmente de mães chefes de família que não têm com quem deixar seus filhos para trabalhar, pensamos que não há coerência”, esclareceu.

As aulas presenciais estavam suspensas desde o dia 18 de março no Rio Grande do Norte, por causa da pandemia do novo coronavírus. Após a liberação apenas duas escolas tiveram retorno às aulas em Natal adotando uma série de medidas de segurança. Os locais têm autonomia para decidir as datas em que preferem retornar a essas atividades. Apesar da decisão do governo local, caso as escolas não cumpram as medidas sanitárias, esse retorno pode ser revisto.

As escolas terão que testar todos os funcionários e o retorno do aluno ao ambiente escolar deverá ser autorizada pelo responsável legal. Além disso, os locais devem disponibilizar tapetes sanitizantes, a medição das temperaturas dos alunos,organizar o distanciamento de 1,5m das cadeiras em sala de aula e a divisão das turmas em dois ou mais grupos.

Para Eudiane, essas medidas são essenciais: “Não falo somente das escolas privadas. Falo também das públicas que, assim como as privadas fizeram, deveriam ter feito um protocolo de biossegurança para retorno. Infelizmente o governo do Estado e a Prefeitura de Natal anunciaram que as aulas presenciais só sejam retomadas em 2021”, concluiu.

Texto: Gabbriela Veras / Ascom – Mulheres Republicanas Nacional, com informações da Prefeitura de Natal
Foto: divulgação

Reportar Erro