Eudiane Macedo comemora anúncio de obras para Programa Pró-Transporte

Melhorias no transporte da região sempre foi uma luta do mandato da republicana, desde que era vereadora

Publicado em 05/08/2020 - 18:02

Natal (RN) – A deputada estadual Eudiane Macedo (Republicanos-RN) comemorou o anúncio da assinatura da ordem de serviço referente à segunda etapa das obras do Pró-transporte – um conjunto de intervenções viárias, desde a avenida Conselheiro Tristão, passando pelas avenidas Moema Tinôco, Tocantínia, Rio Doce e Fronteiras, chegando à BR-101, na altura da rotatória para São Gonçalo, zona Norte de Natal.

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, a parlamentar destacou a importância da obra para Natal e região metropolitana. A deputada lembra que quando era vereadora de Natal, seu mandato já atuava com as cobranças, nas reuniões das secretarias e audiência pública realizada na Assembleia Legislativa a respeito das obras do Pró-Transporte. “ A obra vai melhorar a mobilidade urbana não apenas para os mais de 400 mil moradores da Zona Norte, mas para todos os munícipes de São Gonçalo, Extremoz e Ceará Mirim e para o turismo. Reconhecemos todo o esforço do governo Fátima Bezerra para fazer sair do papel uma obra que se arrasta há quase 15 anos. A luta do nosso mandato continua até que as obras sejam finalmente concretizadas”, ressaltou.

O projeto do Pró-Transporte foi idealizado ainda em 2005, iniciado em 2007, primeiramente sob a responsabilidade da Prefeitura de Natal e, em 2013, passando para o Governo do Estado. O Pró-Transporte possui dois grandes eixos: o da Avenida Moema Tinôco, desde o viaduto da Ponte Newton Navarro até a BR-101 e o do entroncamento da Moema Tinôco, percorrendo as avenidas Tocantínea, Rio Doce e das Fronteiras até a Avenida Tomaz Landim.

De acordo com a deputada, a conclusão dessa obra vai impactar positivamente cerca de 500 mil pessoas. “Atualmente são vários trechos inacabados, sem sinalização e sem iluminação, oferecendo riscos para os motoristas e mais riscos ainda para os pedestres. Precisamos das obras do pró-transporte concluídas, obras que se arrastam há quase 15 anos. Se fosse no outro lado da cidade, e não na zona Norte, com certeza já estaria concluído”, completou.

Texto: Ascom da Assembleia Legislativa RN
Edição: Ascom Mulheres Republicanas
Foto: reprodução

 

 

 

 

 

Reportar Erro