Edna Macedo participa de lançamento do Projeto Sala da Mulher em Capão Bonito

A republicana é membro permanente da Comissão de Saúde e dos Direitos das Mulheres na Alesp

Publicado em 14/10/2020 - 14:22

Capão Bonito (SP) – A deputada estadual Edna Macedo (Republicanos-SP) participou, no sábado (10), do lançamento do Projeto Sala da Mulher, em Capão Bonito, São Paulo. A proposta consiste em criar uma sala exclusiva para o atendimento de mulheres por profissionais, preferencialmente outras mulheres, nas unidades de Saúde de cada bairro do município.

“É muito importante que as autoridades elaborem políticas de prevenção e atendimento às diversas formas de violência que são praticadas contra as mulheres. E considero igualmente importante que as mulheres tenham a consciência das agressões contra elas cometidas”, ressaltou a parlamentar durante o evento.

O projeto ainda prevê a transformação do Centro de Atenção à Mulher (CAM), localizado no bairro Jardim Vale Verde, em uma Unidade de Saúde para toda a população, a fim de fazer valer ainda mais a garantia de direitos.

Desde o início do ano passado, Edna Macedo realiza reuniões sobre agressão doméstica em diversos lugares do Estado de São Paulo. A deputada, que também é membro permanente da Comissão de Saúde e da Comissão de Defesa e dos Direitos das Mulheres, aproveitou a ocasião para firmar o compromisso de enviar recurso de emenda parlamentar para o auxílio da saúde de Capão Bonito.

O evento contou com a presença de diversas autoridades e candidatos ao pleito 2020, entre eles estavam as republicanas, Marisa Sudário e Karen Pachere que são candidatas à vereança pelo município de Capão.

Projeto

A iniciativa do projeto parte do candidato a prefeito da cidade, Heitor Gelsea e de sua vice Sueli Tuzi, ambos do PSL que reforçam, junto com a republicana Edna Macedo, a necessidade de ter na cidade mais políticas públicas que promovam o cuidado da saúde da mulher e a proteção às mulheres vítimas de violência.

Para Heitor, a proposta é transformar o Centro de Atenção à Mulher em uma unidade de saúde, para que os moradores não precisem se deslocar a outra região para receber atendimento. “A população tem que ir pra Vila São Paulo para ser atendida. E é difícil conseguir consulta médica, porque está sobrecarregado. Nós não vamos acabar com a Casa da Mulher, vamos espalhar ela em cada unidade de saúde”, finalizou o candidato.

Texto e foto: Ascom deputada Edna Macedo
Edição: Carolina Ribeiro | Ascom Mulheres Republicanas Nacional

Reportar Erro