Deputada Maria Rosas cuida de crianças e mulheres por meio de emenda

Deputada Maria Rosas cuida de crianças e mulheres por meio de emenda

Pessoas assistidas pelo Conselho Tutelar de Pederneiras (SP) serão beneficiadas

Publicado em 09/07/2020 - 18:29

Pederneiras (SP) – Mulheres em situação de violência doméstica e crianças vulneráveis de Pederneiras, município de São Paulo, serão beneficiadas com a atuação da deputada federal Maria Rosas (Republicanos-SP). A republicana destinou emenda parlamentar que será usada para a confecção de kits que ajudarão o Conselho Tutelar a atender esses públicos.

“Os kits do Conselho Tutelar irão atender crianças e adolescentes em áreas de maior violência e vulnerabilidade em São Paulo. A emenda busca garantir melhor estrutura para as unidades de modo que os assistidos sejam atendidos com efetividade”, diz a deputada.

A ajuda chega à região em um momento essencial, visto que o número de denúncias de violência contra a mulher aumentou. Além desse índice, a deputada se preocupa ainda com o estado psicológico dos filhos que presenciam diariamente abusos psicológicos e físicos cometidos contra as mães. A republicana explica ainda que “dar assistência às mulheres e crianças em vulnerabilidade é um ato de cidadania e de amor”, conclui.

Sinal Vermelho

Além disso, a deputada, assim como o time republicano, aderiu à campanha nacional contra a violência doméstica, a “Sinal Vermelho”. A ação visa auxiliar mulheres que são vítimas de uma forma segura e fácil: por meio de um x vermelho na mão que pode ser apresentado aos colaboradores de farmácias.

Maria Rosas esclarece que a segurança da mulher e da família é uma responsabilidade de todos. “Esse é um tema que promove a união de toda a bancada feminina e esse engajamento é muito importante. Precisamos reforçar os mecanismos que ajudam as mulheres a denunciar. Preparar pessoas para o acolhimento, em locais que ela tem acesso com maior facilidade”, disse a republicana.

Texto: Gabbriela Veras | Ascom Mulheres Republicanas Nacional
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro