Combate ao feminicidio é tema de palestra para estudantes em Luís Correia (PI)

Combate ao feminicídio é tema de palestra para estudantes em Luís Correia (PI)

O assunto foi debatido pela coordenadora do PRB Mulher Piauí, Francinete Maia, durante palestra para estudantes de Luís Correia, litoral do Piauí

Publicado em 03/06/2019 - 00:00

Luís Correia (PI) – A coordenadora estadual do PRB Mulher Piauí, Francinete Maia, discutiu sobre o feminicídio em palestra realizada no sábado (1º) em escola no município de Luís Correia, litoral do Piauí.

O evento teve como objetivo conscientizar os alunos do 1º ao 9º ano da rede pública de ensino do município sobre o feminicídio, que é a nova qualificação de homicídio e caracteriza o assassinato de mulheres no contexto da violência de gênero.

A republicana é autora de uma legislação que instituiu a realização de ações socioeducativas para evitar a violência contra as mulheres, quando vereadora. Francinete destaca que a palestra com os estudantes foi extremamente importante para esclarecê-los desde cedo sobre valorização e respeito para com as mulheres. “Fico feliz em ter deixado um legado enquanto legisladora e honrada ao receber o convite da Secretaria de Educação de Luís Correia para falar sobre essa lei tão importante, que é o combate ao feminicídio. Precisamos conscientizar as pessoas desde cedo para que juntos possamos lutar por toda e qualquer forma de violência”, ressaltou a republicana.

Segundo Francinete, a Secretaria de Segurança Pública do Piauí já contabiliza um total de 20 crimes violentos letais e intencionais contra o gênero em 2019. Destes, 12, ou seja 60%, foram enquadrados como feminicídio.  A maior incidência dos atos ocorreu no interior do estado,dez casos. Os outros dois foram praticados na capital Teresina.

A palestra realizada por Franciente faz parte da luta em combate ao feminicídio no estado, cuja data foi lembrada no dia 27 de maio em alusão ao crime bárbaro que chocou o Piauí no ano de 2015, quando quatro jovens foram estupradas e arremessadas do alto de um morro de cerca de dez metros de altura por um homem e quatro adolescentes, na cidade de Castelo.

Os acusados eram menores de idade e a comoção ganhou ainda mais alcance após uma das vítimas vir a óbito uma semana depois do crime.

Texto: Gisele Rocha / Ascom – PRB Mulher Nacional
Edição: Agência PRB Nacional
Fotos: Francinete Maia

 

Reportar Erro