Ana Luz compõe Mesa Diretora na Câmara Municipal de Queimados (RJ)

Solenidade contou com a participação da deputada federal Rosangela Gomes

Publicado em 10/01/2021 - 18:00

Queimados (RJ) – O Republicanos Rio de Janeiro elegeu na Eleições de 2020 sete mulheres. Em Queimados, uma das 13 cidades que compõem a Baixada Fluminense (Região Metropolitana do Rio), Ana Luz foi eleita com 844 votos. Durante a cerimônia de posse, que aconteceu no último dia 1° de janeiro, na Câmara Municipal de Queimados, ela foi escolhida, por meio de votação, para ocupar o cargo de 1° secretária da Mesa Diretora. Na ocasião, a deputada federal e secretária nacional do Mulheres Republicanas, Rosangela Gomes, participou da solenidade.

Ana falou do machismo que a mulher sofre na política e da força da mulher queimadense. “Sou cria da Baixada Fluminense, onde muitas mulheres saem de madrugada, pegam o trem e vão trabalhar para dar o sustento aos seus filhos, e muitas delas são chefes de família. Foi durante a campanha que encontrei mulheres que querem mudanças e que ainda sonham e lutam por uma cidade com mais igualdade e esperança de poder trabalhar e cuidar dos seus filhos, no qual, elas muitas vezes ficam pouquíssimo tempo, pois só tem trabalho em outros municípios. A mulher queimadense é guerreira, e foi por meio dessas guerreiras que eu encontrei na rua que quero e vou representar!”, disse.

Em votação para a Mesa Diretora, a republicana ficou com o cargo de 1° secretária da Câmara Municipal. “Não poderia deixar de agradecer ao meu esposo, filho e também ao presidente nacional do partido, deputado Marcos Pereira, e ao presidente Republicanos no meu estado, Luis Carlos Gomes. Também quero agradecer a deputada Rosangela Gomes minha inspiração na luta pelas mulheres. Diz o ditado popular que ‘pato novo não mergulha fundo’, mas tenho plena consciência das minhas obrigações. Queimados avante, prossigamos sem temer”, enfatizou, citando o hino da cidade.

Ana Lúcia da Silva Alves é casada há 23 anos, mãe de um jovem; filha de nordestinos que vieram tentar a vida no Rio de Janeiro. Quando tinha um ano e seis meses, seus pais se separaram e acabou sendo criada também pela avó. A republicana é oriunda de uma família composta de sete mulheres e teve uma estrutura familiar forte, matriarca e por isso, pelas mulheres, ela decidiu entrar para a política. “Precisamos tomar uma posição para ajudar nossa cidade e apoiar mais mulheres na política. Sou republicana com orgulho e meu papel na Câmara será para garantir os direitos da mulher e principalmente da família”, finalizou.

Função do 1° Secretário da Mesa Diretora

Cabe à Mesa Diretora ordenar e gerir o funcionamento da Câmara, e manter a ordem geral das atividades legislativas. Além dessas responsabilidades, a Mesa tem prerrogativas específicas. Somente ela pode aprovar a proposta de orçamento da Casa e apresentar projetos para alterar o Regimento Interno e redefinir a remuneração de agentes políticos (vereadores, prefeito, vice e secretários). A secretaria da Câmara é formada (dependendo do caso) por primeiro, segundo, terceiro e quarto secretários. Eles também estão na linha de substituição do presidente, logo após os vice-presidentes. O primeiro-secretário é o superintendente oficial dos serviços administrativos da Câmara, por isso coordena tarefas mais burocráticas, como receber convites, representações, petições e memoriais dirigidos à Câmara, bem como receber e fazer a correspondência oficial da Casa.

Texto: Gisele Rocha / Ascom – Mulheres Republicanas
Foto: cedida

Reportar Erro