Aline Gurgel busca articulação para reparar danos do apagão no Amapá

O estado passa por uma falta de fornecimento de energia geral, o que deixa muitos moradores sem água ou comida

Publicado em 10/11/2020 - 13:00

Macapá (AP) – A deputada federal Aline Gurgel (Republicanos-AP) se reuniu no último fim de semana com autoridades federais e estaduais para reparar os danos do apagão no Amapá. A reunião possibilitou ações conjuntas que têm contribuído para a rápida solução do problema que tem trazido diversos prejuízos à população amapaense. O apagão chega ao 7º dia após um incêndio atingir a subestação de energia elétrica localizada na Zona Norte de Macapá.

Sobre a visita, a parlamentar atualizou a população sobre a atual situação do fornecimento de energia. “Já foi restabelecida 60% da energia do nosso estado. Com o passar dos dias, essa porcentagem vai aumentando. O Ministério de Energia disse que o Amapá terá um planejamento energético e isso é muito importante para todos nós, para que isso nunca mais venha a acontecer. Logo a situação vai voltar ao normal e é importante deixar claro que um inquérito será aberto para responsabilizar os possíveis culpados”, disse.

No último dia 23, antes da crise do desabastecimento de energia se instaurar, a republicana solicitou ao Ministério de Minas e Energia soluções para o Igarapé da Fortaleza, município amapaense. Ela relatou no documento que “a falta constante de energia elétrica está causando vários transtornos à população. Solicitei ao Ministério de Minas e Energia soluções para o Igarapé da Fortaleza, também à Companhia de Eletricidade do Amapá. Essa situação não pode continuar”, disse.

Para Aline, o problema poderia ser evitado. “São altas taxas de energia elétrica, falta de investimentos na infraestrutura do sistema de energia. Reiteradas vezes oficializei ao Ministério de Minas e Energia sobre o apagão constante em Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio. Sabemos que o Linhão de abastecimento é muito antigo e necessita ser revitalizado. Na subcomissão tratei sobre as altas taxas de tarifa elétrica do qual sou vice-presidente, reiterei várias vezes a necessidade de revitalização do parque de energia elétrica, assim como para Cea e Eletronorte”.

Apagão no Amapá

A queda de energia no estado atingiu 13 dos 16 municípios da região. O incêndio na subestação de energia de Macapá aconteceu na noite de terça-feira (3) deixou pelo menos 730 mil pessoas no breu. A situação afeta o fornecimento de água, já que sem eletricidade as bombas hidráulicas não funcionam. Moradores relataram também filas enormes em supermercados e locais que vendem água.

Texto: Gabbriela Veras | Ascom Mulheres Republicanas Nacional
Foto: divulgação

Reportar Erro