Abril em prol de igualdade entre homens e mulheres

No mês de abril teve aprovação de projetos importantes para as mulheres, mobilização e solidariedade em prol dos mais vulneráveis na pandemia

Publicado em 11/01/2022 - 08:00

Brasília (DF) – Que a pandemia de Covid-19 afetou diretamente a vida das pessoas mais vulneráveis, isso é um fato, dessa forma, a fim de amenizar os reflexos negativos na vida das famílias brasileiras, o ‘Mulheres Republicanas’ de várias partes do Brasil se mobilizaram em solidariedade aos mais necessitados.

Na Região Norte, à frente da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Amazonas (SEJUSC), Mirtes Salles assinou o Termo de Cooperação, que beneficiou cerca de 90 pessoas em situação de rua, que se cadastraram para participar de oficinas e foram encaminhadas para vagas de emprego, de acordo com o conhecimento de cada uma. Na Região Centro-Oeste, no Distrito Federal, as republicanas se mobilizaram em uma campanha de arrecadação de alimentos, para contribuir com famílias do Instituto Comunitário Santa Maria, e a Creche Nairim, a instituição foi beneficiada com palestras com o objetivo de diminuir a violência doméstica, feminicídio e entrega de cestas básicas.

Partindo para a Região Nordeste, a prefeita de Jataúba (PE), Dra. Cátia Ribeiro, iniciou doações de cestas básicas adquiridas com recursos do seu próprio salário. Seguindo para a Região Sudeste, no estado de São Paulo, os municípios de Campinas e Francisco Morato aderiram a campanhas de combate à fome.

A secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas, Vandecleya Moro, participou da ação ‘Campinas Sem Fome’, que recebeu cerca de 50 toneladas de alimentos, doações que foram destinadas a 32 mil famílias. Já em FranciscoMorato, a prefeita Renata Sene fez adesão à campanha ‘Vacina contra a Fome’, lançada no dia 31 de março pelo Governo de São Paulo. Na campanha, as pessoas puderam tomar a vacina contra a covid-19 e ajudar quem mais precisava, doando alimentos não perecíveis, como arroz, feijão ou leite em pó.

Na Câmara, as deputadas federais Rosangela Gomes (RJ) e Tia Eron (BA) comemoraram a aprovação de projetos que garantiam a igualdade entre homens e mulheres no esporte e no combate à desigualdade salarial.

A aprovação do Projeto de Lei nº 321/2021, de autoria da deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ), garantiu a igualdade nas premiações desportivas para homens e mulheres. A aprovação PLC 130/2011 prevê multas para empresas que pagarem salários diferentes para homens e mulheres que exerçam a mesma função, a iniciativa foi comemorada pela deputada federal Tia Eron.

A nova executiva do Mulheres Republicanas Goiânia (GO), foi empossada em um evento que contou com a participação de autoridades do Republicanos no estado, com a posse da secretária municipal, Hauna Campos.

Como parte das 10 metas traçadas pela nova gestão do Mulheres Republicanas, as prefeitas e vice-prefeitas eleitas pelo Republicanos, se reuniram em um encontro híbrido, transmitido diretamente de Brasília, com a participação do Ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), parte da sua equipe de secretárias e secretários, como a secretária de assistência social e republicana Maria Yvelônia. A reunião foi mediada pela secretária nacional do ‘Mulheres Republicanas’, deputada Tia Ju (Republicanos-RJ). Na pauta, a discussão das propostas que abrangem áreas das secretarias de Assistência Social e do Esporte, com foco nos serviços disponibilizados pela instituição federal.

Direitos da Mulher

E como a pauta de garantia e da defesa dos direitos da mulher, e de enfrentamento à violência fazem parte do cotidiano das parlamentares do Republicanos, acontecimentos de extrema relevância nacional, marcaram o mês de abril. Houve o lançamento do programa ‘Procura-me’, iniciativa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), onde a secretária nacional de Políticas para Mulheres (SNPM), Cristiane Britto participou ao lado da ministra Damares Alves, com a assinatura do acordo de cooperação técnica (ACT).

Em abril, também foi realizada a inauguração da ‘Casa da Mulher Brasileira’, na cidade satélite de Ceilândia no Distrito Federal, com a presença das republicanas do DF, mais um equipamento de auxílio no combate à violência contra a mulher, e o manifesto de repúdio quanto à violência política sofrida pela prefeita de Cachoeira (BA), Eliana Gonzaga. O Mulheres Republicanas por meio de sua secretária estadual, Rogéria Santos e a Secretária Nacional, Tia Ju, emitiram nota, cobrando do Governo da Bahia proteção à prefeita, história que teve desdobramento e repercussão nacional na próxima edição da nossa retrospectiva.

Texto: Ascom – Mulheres Republicanas nacional
Foto: cedida

 

Reportar Erro
Send this to a friend