Renda Brasil será determinante para diminuir desigualdades

Auxílio financeiro é necessário e deve acontecer junto com a geração de empregos

Publicado em 02/09/2020 - 12:12

O Renda Brasil, programa que será lançado pelo governo federal, está em consonância com as principais diretrizes do Republicanos. A iniciativa vai substituir o Bolsa Família, porém de forma mais abrangente, atendendo cerca de oito milhões de pessoas a mais do que o programa anterior. No total, serão beneficiadas mais de 16 milhões de famílias.

O Manifesto do Republicanos considera válida a intervenção do Estado na área social, quando necessário. Temos sempre que combater a miséria, mas não podemos desestimular a iniciativa individual. Para isso, defendemos que, além de distribuir essa ajuda financeira, o Renda Brasil tenha como meta a criação de empregos.

Apoiamos a Carteira Verde e Amarela Digital, uma das novidades do programa, que terá como objetivo a diminuição dos encargos e dos custos de contratação para ampliar a oferta das vagas de trabalho.

O Republicanos defende a meritocracia e considera acertada a bonificação por bom desempenho prevista no Renda Brasil. Também incentivamos a iniciação científica e acreditamos que o Executivo não pode economizar nos investimentos em educação de qualidade.

O novo programa do governo ainda inova contemplando a primeira infância. Ficamos felizes de ver uma preocupação tão explícita com as nossas crianças. Nós, que queremos construir um Brasil para as futuras gerações, enxergamos a atenção à infância como prioridade absoluta.

O Renda Brasil é uma proposta avançada e robusta, que acolherá as famílias necessitadas com estratégia. Nós esperamos que esse auxílio seja um marco na transição para uma vida com mais oportunidades.

Após o anúncio que será feito pelo governo, caberá ao Congresso a revisão e o aperfeiçoamento da proposta. Quero adiantar o apoio integral da bancada do Republicanos, que já está atenta e vai propor melhorias ao texto de modo que contemple o maior número de brasileiros.

Deputado Jhonatan de Jesus
Líder do Republicanos na Câmara

Reportar Erro