Jovens Republicanos explica o lançamento da nova nota de R$ 200

Episódio II do “Eu te explico” do Jovens Republicanos Nacional aborda sobre o assunto. Acesse e confira o vídeo na íntegra

Publicado em 13/08/2020 - 13:52

Brasília (DF) – O episódio II do “Eu te explico” do Jovens Republicanos Nacional traz explicações sobre os efeitos positivos e negativos na economia do país em relação ao lançamento da nota de R$ 200.

Por que a nota de 200 reais será lançada?

Renato Junqueira, secretário nacional do movimento republicano, explica que a nota de R$ 200 reais foi criada como uma alternativa para todos os impactos que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) causou na economia. Segundo ele, a explicação do Banco Central está relacionada em atender ao aumento da demanda de dinheiro em espécie. “O governo percebeu que a população prefere, em meio à uma crise, guardar o dinheiro vivo em casa. Como se, desse modo, não houvesse chances de o banco requerer o dinheiro da pessoa, ou seja, na hora da crise, a população quer o dinheiro vivo em mãos”, disse.

Efeitos positivos e negativos

Em sua explanação, Junqueira traz detalhes e os efeitos positivos e negativos na economia em relação ao lançamento da nova nota.

“Além da nova nota de R$ 200, o Banco Central também irá imprimir mais notas de R$ 100. A intenção do governo está em estimular o aumento do poder de compra das pessoas, uma vez que, segundo o governo, hoje existe uma maior oferta de venda dos produtos. Por meio dessa medida, espera-se que as pessoas comprem e os comércios vendam mais, o que gera um efeito positivo na economia”, relatou.

O líder do Jovens Republicanos explicou, ainda, que economistas apontam alguns possíveis efeitos negativos com a medida, como o relacionado ao troco nos comércios. “Por conta de ser uma nota tão alta, dar troca para uma nota de R$ 200 será difícil segundo os comerciantes”, pontuou.

Outro ponto que passou a ser questionado é com relação ao dinheiro digital, segundo Junqueira. “Muitos países estão trabalhando para a menor circulação de dinheiro vivo, considerando todas as transações digitais, mas essa não é uma realidade no país. É só olhar as filas gigantes Brasil a fora”, completou.

Quer saber mais? Assista o vídeo e confira!

Por Jovens Republicanos Nacional

Reportar Erro