Sergio Peres propõe a criação da Semana da Cultura Nordestina no RS

Sergio Peres propõe a criação da Semana da Cultura Nordestina no RS

A intenção do projeto, segundo deputado Republicanos, é promover a cultura nordestina com as autênticas tradições

Publicado em 07/11/2019 - 00:00

Porto Alegre (RS) – Os deputados gaúchos aprovaram, na última terça-feira (5), projeto de lei de autoria do deputado estadual Sergio Peres (Republicanos-RS), que institui a Semana Estadual da Cultura Nordestina, a ser incluída no calendário oficial de eventos do Rio Grande do Sul.

A proposição busca reconhecer a contribuição dos nordestinos no estado e prevê a realização de eventos que divulguem as raízes culturais, a história econômica, política e social do Nordeste brasileiro, além de seus festejos típicos. “É uma forma de promover a integração entre as culturas regionais e a valorização de pessoas que colaboram há décadas para o nosso desenvolvimento. Que não seja uma semana só dos nordestinos, mas também para que nós, gaúchos e gaúchas, possamos olhar com humanidade, com responsabilidade e com gratidão aos nossos irmãos do nordeste brasileiro”, defendeu.

Estima-se que vivam no Estado hoje aproximadamente 100 mil pessoas, entre imigrantes nordestinos e seus descendentes diretos, a maioria residindo na região metropolitana. Em Cachoeirinha e Alvorada já é comemorado o Dia do Nordestino, na data de 8 de outubro. Mas, segundo Peres, para a comunidade de nordestinos no RS, a aprovação do projeto de lei poderá significar um passo para a visibilidade desse segmento. “Pretendemos avançar para a conquista de um Rio Grande capaz de conviver com a diversidade de forma saudável, permanente, humana e feliz”, avaliou.

Centro de Tradição Nordestina

Uma das reivindicações da comunidade lembradas por Sergio Peres na tribuna do plenário é a criação de um centro cultural de tradição em Cachoeirinha, a ser estabelecido como ponto de integração, de convívio e de preservação cultural do povo nordestino.

De acordo com a Associação do Centro de Tradição Nordestina, o espaço também deverá funcionar como núcleo de formulação e de administração de projetos na área da cultura, saúde, educação, emprego e renda, esporte, lazer e desenvolvimento social. O intuito dos idealizadores é beneficiar não somente os nordestinos da região metropolitana, mas levar as iniciativas à população dos municípios gaúchos onde migrantes do Nordeste se estabeleceram.

Texto: Karine Bertani/Ascom – Republicanos RS
Foto: Andreia Silva – Republicanos RS
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro